ASSINE

Militares do Exército vão às ruas para pedir que pessoas fiquem em casa

Grupo deixou o Batalhão em Vila Velha e percorreu bairros da Grande Vitória orientando moradores a permanecerem em suas residências para evitar a propagação da covid-19

Publicado em 22/03/2020 às 13h57
Atualizado em 22/03/2020 às 13h57
Exército e Bombeiros vão às ruas para orientar população sobre coronavírus. Crédito: Governo do ES
Exército e Bombeiros vão às ruas para orientar população sobre coronavírus. Crédito: Governo do ES

Militares do 38º Batalhão de Infantaria do Exército, em Vila Velha, foram às ruas da cidade e também de Vitória para orientar a população a ficar em casa, cumprindo com o isolamento social necessário para conter o avanço do coronavírus no Estado. As primeiras abordagens foram feitas no começo da tarde deste domingo (22) e prosseguirão ao longo da próxima semana.

De acordo com o tenente-coronel Marcelo Alves, comandante do Batalhão, os militares foram acionados para realizar um trabalho de complemento ao já feito pelos Bombeiros e também pelo Estado.

Homens do 38 BI do Exército em Vila Velha se preparam para ir às ruas auxiliar no combate ao coronavírus. Crédito: Reprodução/rede social
Homens do 38 BI do Exército em Vila Velha se preparam para ir às ruas auxiliar no combate ao coronavírus. Crédito: Reprodução/rede social

"O que começamos a fazer hoje na verdade é para cobrir uma área maior e complementar o que já vem sendo feito pelo Corpo de Bombeiros, pois não há equipes suficientes para cobrir todas as regiões. Neste primeiro momento enviamos agentes para a região de Maruípe, em Vitória, São Torquato e Grande Terra Vermelha, em Vila Velha. É um trabalho de conscientização das pessoas necessário para o momento que enfrentamos", destacou.

Segundo Alves, novas ações estão programadas para os próximos dias em mais regiões da Grande Vitória. "Nos fins de semana as pessoas tendem a ficar mais em casa, porém ao longo da semana, até por necessidade de trabalho, a circulação aumenta. Nesse sentido, reforçaremos os pedidos para que fiquem em casa e apenas saiam em situações realmente necessárias", finalizou o comandante.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.