ASSINE

Covid-19: aeroporto de Vitória não prevê teste em passageiro com sintomas

Ação começou em Florianópolis nesta quinta-feira (17); por enquanto, apenas outras medidas estão sendo adotadas no terminal capixaba

Publicado em 17/04/2020 às 15h48
Atualizado em 17/04/2020 às 17h24
Aeroporto de Vitória funciona normalmente, apesar da apreensão dos passageiros
Aeroporto de Vitória já adota medidas contra o coronavírus, mas testagem ainda não está entre elas. Crédito: Alberto Borém

A testagem em passageiros que apresentam sintomas da Covid-19 ainda não tem previsão de ser implementada no Aeroporto de Vitória. A medida que auxilia no combate à transmissão do novo coronavírus começou a ser adotada no terminal aéreo de Florianópolis (SC), nesta quinta-feira (16), de modo pioneiro no país.

De acordo com a administradora Aeroportos do Sudeste do Brasil (Aseb), a adoção depende de ordens governamentais. “Não há previsões para que essa medida seja implantada no aeroporto, pois não fomos procurados pela prefeitura local; mas estamos à disposição se decidirem adotá-la”, afirmou.

Acionada, a Prefeitura de Vitória informou que as áreas do aeroporto têm gestão e fiscalização federal, mas que está em diálogo com a Secretaria Estadual de Saúde (Sesa). A Gazeta procurou a Sesa para saber se a testagem deve ser adotada, mas não obteve retorno até o momento de publicação desta reportagem.

ENQUANTO ISSO, OUTRAS MEDIDAS

No último dia 6 de abril, o principal aeroporto do Espírito Santo passou a usar uma câmera termográfica para medir a temperatura corporal de passageiros que desembarcam no local. A ação é uma das principais medidas adotadas para auxiliar no combate à pandemia em terras capixabas.

Até o início desta semana, mais de 3.800 pessoas passaram pelo sensor e 32 delas fizeram uma triagem médica em um ambulatório, segundo a administradora. A maioria dos passageiros foi orientada a ficar em isolamento domiciliar, mas 13 suspeitos da doença foram levados para um pronto atendimento da região.

3,2 milhões

de pessoas passam pelo Aeroporto de Vitória (VIX) por ano

Além da medição de temperatura, placas de acrílico foram colocadas nos balcões de check-in, para evitar o contágio entre os atendentes e os passageiros. Em locais onde pode haver filas e aglomerações, também há marcações no chão para que as pessoas fiquem a uma distância de 1,5 metros.

Ainda de acordo com a administradora do Aeroporto de Vitória, a limpeza também foi reforçada e houve um aumento no número de pontos com álcool em gel para uso do público. Bem como há informações sobre como se prevenir da doença em painéis digitais e cartazes espalhados pelo local.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.