ASSINE

Vale doa 388 mil máscaras e luvas para hospitais do SUS no Estado

Segundo a empresa, quatro receberam os equipamentos para proteger as equipes de saúde , sendo dois na Serra, um em Baixo Guandu e outro em Colatina

Publicado em 27/04/2020 às 19h23
Prefeitura de Vitória recomenda que toda a população use máscaras caseiras nas atividades de rotina
Máscaras cirúrgicas estão entre os materiais entregues. Crédito: Prefeitura de Vitória

Quatro hospitais que atendem pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em municípios capixabas onde a Vale atua receberam neste final de semana 388 mil Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), sendo 316 mil máscaras cirúrgicas descartáveis e 72 mil luvas doadas pela empresa. Ainda esta semana, cerca de 230 mil luvas adicionais serão entregues.


Ao longo dos meses de abril e maio, mais equipamentos de proteção, entre máscaras N95 e aventais, além de kits de testes rápidos, serão doados pela Vale diretamente aos hospitais. De acordo com o diretor de Sustentabilidade da empresa, Sérgio Leite, a ação apoiará o trabalho dos profissionais da saúde. "Esses equipamentos são importantes para proteger as equipes de saúde que estão na linha de frente na luta contra a pandemia do novo coronavírus", destaca.

Os hospitais beneficiados no Espírito Santo são: Hospital Dório Silva e Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves, na Serra; Hospital João dos Santos Neves, em Baixo Guandu; e Hospital São José, em Colatina. A distribuição considera critérios técnicos, como número de habitantes, entregas realizadas pelo governo federal e a presença da empresa na região.

A Vale informou ainda que vem tomando todas as medidas necessárias para reforçar a prevenção do coronavírus em seus locais de trabalho. A empresa diz focar em reduzir a presença do efetivo administrativo e operacional nas unidades, de forma a manter apenas os serviços essenciais.

Além do trabalho remoto adotado desde o último dia 16 de março para empregados próprios e terceirizados cujas funções são elegíveis a home office e para empregados dos grupos de risco, conforme orientação do Ministério da Saúde, a empresa colocou em prática uma série de ações preventivas e proativas para evitar aglomeração, como redução da quantidade de pessoas nas portarias, nos ônibus e nos restaurantes. Também foram implantadas medidas para aumentar o distanciamento social e reforçados os protocolos de limpeza e desinfecção nas instalações da empresa, de acordo com recomendações técnicas.

Hospital Dório Silva Coronavírus Vale SA Sistema Único de Saúde Hospital Dr Jayme Santos Neves Pandemia

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.