ASSINE

Shoppings devem informar número de pessoas em tempo real

Estabelecimentos estavam proibidos de abrir desde 18 de março. Governo estadual estabeleceu regras para permitir a reabertura, a partir desta segunda-feira (1°)

Publicado em 31/05/2020 às 16h39
Atualizado em 31/05/2020 às 19h42
Data: 19/03/2020 - ES - Serra - Shopping Laranjeiras aberto - Editoria: Cidades - Foto: Ricardo Medeiros - GZ
 Shoppings poderão voltar a funcionar no mês de junho. Crédito: Ricardo Medeiros

Os consumidores que voltarem a frequentar os shoppings do Estado, liberados para reabrir a partir desta segunda-feira (1º), vão ser informados, em tempo real, sobre o número de pessoas presentes no estabelecimento, para que não sejam formadas aglomerações. Essa é uma das exigências estipuladas pelo governo do Estado para que os shoppings voltem a funcionar. Eles estavam proibidos de abrir no Espírito Santo desde 18 de março, por conta da pandemia do coronavírus.

Os estabelecimentos também deverão divulgar a lotação máxima permitida, tanto nos acessos do shopping, como também em cada loja. Nas áreas comuns, será permitida a presença de uma pessoa a cada 22 metros quadrados, e dentro das lojas, uma pessoa para cada 10 metros quadrados.

Segundo o coordenador estadual da Associação Brasileira de Shoppings Centers (Abrasce), Raphael Brotto, os shoppings já possuem um sistema que faz o controle de fluxo pelas portas de entrada, por feixes eletrônicos ou por câmeras. Eles também já realizam a contagem de carros presentes no estacionamento.

A partir de agora, essas informações, que eram usadas apenas para monitoramento da administração, também serão divulgadas ao público.

"Cada shopping vai divulgar o número de pessoas que podem entrar, e todos já fazem esse controle interno. É um local mais controlável do que o comércio de rua, por exemplo. Entre as medidas teremos a organização de fluxo e horário, higienização e limpeza constantes, qualidade do ar controlada, entre outros. Também será feita a demarcação e sinalização de distanciamento no piso", explicou.

Brotto, que também é diretor do Shopping Vitória, detalhou como isso será feito no estabelecimento.

"Vamos instalar uma tela que trará esse controle em tempo real, na entrada principal. Também vamos fazer anúncios sonoros a cada meia hora, informando a capacidade total, e quantas pessoas presentes naquele momento", disse. No Shopping Vitória, de acordo com as regras do governo, a capacidade máxima permitida será de 2.900 pessoas circulando.

O Grupo Sá Cavalcante, com shoppings em vários municípios da Grande Vitória, também afirmou que fará o monitoramento do número de clientes. O controle de fluxo de pessoas será feito por sistema de monitoramento de contagem de pessoas, com câmeras e sensores instalados em todos os acessos do shopping. "Esse sistema contabiliza o fluxo de pessoas no mall em tempo real. A divulgação da quantidade de clientes será feita através de avisos sonoros no sistema de som interno. Além disso, todos os seguranças poderão informar a qualquer momento o fluxo atual do shopping antes mesmo do cliente entrar no empreendimento."

O Shopping Vila Velha  informou que fará o controle do tráfego de pessoas, mas não especificou como isso será informado aos clientes.

MEDIÇÃO DE TEMPERATURA

O governo também determinou a obrigatoriedade de medir a temperatura de todos os trabalhadores dos shoppings até o horário de abertura. No Shopping Vitória, segundo Brotto, isso será realizado pela administração, na entrada, utilizando termômetros sem contato.

"Depois que o shopping estiver aberto, faremos mais medições dos funcionários por amostragem ao longo do dia. Os clientes também poderão ser medidos de forma voluntária", afirma.

A administração do Shopping Vila Velha também informou que, "para maior segurança, haverá aferição de temperatura corporal com termômetro infravermelho nos principais acessos ao shopping".

Os Shoppings Sá Cavalcante também divulgaram que a temperatura de todo funcionário e lojista que acessar o shopping será medida antes da abertura. "Qualquer cliente que desejar poderá aferir a temperatura antes de adentrar o shopping", acrescentou o grupo em nota.

REGRAS

O decreto do governo definiu as restrições no funcionamento dos shoppings, com turno de 8 horas de funcionamento por dia no total, das 12h às 20h; proibição da presença de menores de 12 anos e entrada de clientes limitada de acordo com o tamanho do shopping.

As lojas poderão abrir de segunda a sexta-feira, divididas em dois grupos: lojas âncoras das 12h às 18h e lojas satélites das 14h às 20h. As praças de alimentação poderão funcionar das 12h às 16h. O funcionamento de cinemas e áreas de eventos também permanece proibido.

O uso obrigatório de máscaras também é uma regra, e deverá ser disponibilizado álcool em gel 70% para higienização das mãos em pontos estratégicos.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais
Coronavírus no ES Comércio Shoppings

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.