ASSINE

Sem festas, comércio do ES vai abrir as portas no Carnaval

Em comunicado divulgado nesta terça-feira (19), a Fecormércio lembrou que a data não é feriado e, portanto, estabelecimentos poderão funcionar normalmente

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 19/01/2021 às 19h04
Movimentação no comércio de rua da Glória na Black Friday 2020
Comércio pode abrir durante Carnaval de 2021 no ES. Crédito: Carlos Alberto Silva

Sem expectativa de eventos para cair no folia por causa da pandemia do novo coronavírus, o comércio do Espírito Santo se prepara para abrir as portas no Carnaval de 2021.  Em um comunicado enviado aos empresários do setor nesta terça-feira (19), a Federação do Comércio no Espírito Santo (Fecomércio-ES) lembrou que a data não é feriado nacional e nem estadual. Portanto, os estabelecimentos poderão abrir normalmente.

Em entrevista à Rádio CBN Vitória nesta terça-feira (19), o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, reforçou que o governo não vai autorizar nenhum tipo de carnaval de rua para evitar um aumento no número de casos de Covid-19.

"Esclarecemos que, em alguns Estados e Município brasileiros, a terça-feira de Carnaval e a quarta-feira de Cinzas são reconhecidos como feriados por determinação de lei e, por isso, estão sendo transferidos para outros dias do corrente ano em razão das consequências geradas pela pandemia de Covid-19. No Estado no Espírito Santo, porém, não há norma estadual", diz a nota da Fecomércio. 

De acordo com o presidente da entidade, José Lino Sepulcri, a data comemorativa é considerada tradicionalmente como ponto facultativo, ou seja, os empresários decidem se abrirão ou não. Neste ano, com as festas de Carnaval proibidas para evitar as aglomerações, ele acredita que mais comerciantes decidirão ficar abertos.

“O Carnaval nunca foi feriado. Nosso calendário de convenção coletiva só entende como feriado o Natal, o Ano Novo e o Dia do Trabalhador. Todos os outros são facultativos. Tanto que o comércio, em sua maioria, funciona nas outras datas”, explicou Sepulcri.

A nota ainda esclarece que, como o Carnaval não é reconhecido como feriado por lei, os comerciantes que decidirem abrir não têm que comunicar a decisão para o sindicato.

Sepulcri ainda acredita que, sem as tradicionais festas, o movimento do comércio durante a data tende a ser melhor em 2021. Nos anos anteriores, o faturamento de vendas caía pela metade nos estabelecimentos que decidiam ficar abertos, em comparação aos demais dias do ano. 

“O movimento no Carnaval não é como de um dia normal. Mesmo o comerciante sendo orientado a abrir, o movimento é menor. Sem as festas na semana anterior e na data do Carnaval, o movimento no comércio pode melhorar um pouco este ano, mas não será a mesma coisa de um dia normal. No Espírito Santo, os moradores aproveitam a data comemorativa para ir para praia, por exemplo, e as lojas de rua tendem a ficar mais vazias”, disse o presidente da Fecomércio.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.