ASSINE

Risco moderado: Santa Teresa muda horário de funcionamento do comércio

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o setor está seguindo o período máximo de seis horas, estipulado pelo governo do ES

Colatina
Publicado em 10/11/2020 às 13h25
Rua de Lazer, em Santa Teresa
Rua de Lazer, em Santa Teresa. Crédito: Rodrigo Borçato/Divulgação

O município de Santa Teresa, na Região Serrana do Espírito Santo, regrediu para o risco moderado de transmissão do novo coronavírus na última classificação de risco do governo do Estado. A medida foi anunciada no último sábado (7). Com isso, aumentam as restrições para o funcionamento do comércio, que precisa reduzir o período de operação.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o setor está funcionando das 9h às 15h, seguindo o período máximo de seis horas, estipulado pelo governo do Estado.

Segundo a subsecretária de Saúde do município, Carla Estela Lima, a cidade regrediu na classificação de risco em função de óbitos por coronavírus que foram registrados em semanas anteriores. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), os óbitos são um fator usado para elaboração da Matriz de Risco do Estado.

Segundo os dados do painel Sesa desta segunda-feira (9), Santa Teresa contabiliza 1.036 casos do novo coronavírus. Desses, 919 pacientes são considerados curados e outros 13 morreram em função da doença. A taxa de letalidade do vírus é de 1,3% na cidade. Desde o início do mês de outubro, a cidade contabiliza quatro dessas mortes.

Mapa de Risco - 09/11/2020
Mapa de Risco - 09/11/2020. Crédito: governo estadual

FUNCIONAMENTO DE BARES E RESTAURANTES

Santa Teresa é um dos destinos turísticos mais procurados do Espírito Santo. Com a cidade em risco moderado, os bares e restaurantes também precisam seguir as restrições. De acordo com o governo do Estado, em cidades com essa classificação, o funcionamento de restaurantes pode ser feito todos os dias até as 18 horas. Já os bares não podem abrir, exceto aqueles que também são restaurantes.

A secretária de Cultura e Turismo de Santa Teresa, Eliana Lite, destacou que os estabelecimentos estão dentro do que foi estipulado pela regulamentação do Estado. A secretária afirmou ainda que não espera um fluxo grande de turistas para o próximo fim de semana. Segundo ela, as eleições municipais são uma explicação para isso.

“Como é eleição, acreditamos que não teremos muito fluxo de turista, sendo que cada um permanece em sua cidade para votar. Nossos espaços públicos - Museu da Imigração Italiana e Casa do Lambert - continuam fechados”, lembrou Eliana Lite.

Mas se a movimentação de turistas não preocupa para esse fim de semana, a Secretaria de Saúde trabalha para que as eleições não possam agravar a situação da pandemia em Santa Teresa. 

“Nós estamos em contato com todos os partidos políticos, para que as medidas de distanciamento social sejam respeitadas na reta final da campanha e no domingo de eleição”, reforçou subsecretária de Saúde, Carla Estela Lima.

Atualmente, três cidades estão em risco moderado no Estado: Santa Teresa, Colatina e Ecoporanga. 

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.