ASSINE

Petrobras coloca à venda blocos de exploração de petróleo no ES

Segundo a companhia, as concessões estão estrategicamente posicionadas e têm potencial de comprovar significativos volumes de óleo e gás e "firmar posição em uma nova fronteira exploratória tanto do pré-sal quanto do pós-sal"

Publicado em 01/06/2020 às 22h26
Atualizado em 01/06/2020 às 23h07
Data: 29/8/2007 - Vitória - ES - Plataforma de petróleo FPSO Cidade de Vitória, que vai atuar no campo de Golfinho, no Norte do Estado - Editoria: Economia - Foto: Thiago Guimarães/Secom - Jornal A Gazeta - ECONOMIA
Plataforma de petróleo FPSO Cidade de Vitória, atua no campo de Golfinho, na Bacia do Espírito Santo. Crédito: Thiago Guimarães/Secom

Petrobras informou na noite desta segunda-feira (1°) que colocou à venda novos ativos no Espírito Santo. A companhia divulgou a oportunidade para compra de parte de sua participação em cinco blocos exploratórios localizados na Bacia do Espírito Santo.

A venda é de parte das concessões ES-M-596_R11, ES-M-598_R11, ES-M-671_R11, ES-M-673_R11 e ES-M-743_R11. Elas foram adquiridas na 11ª Rodada de Licitações da Agência Nacional de Petróleo (ANP) em 2013 e estão atualmente no 1º período exploratório.

Blocos exploratórios são áreas com potencial para descoberta de acumulação de óleo e gás. Na fase exploração, são realizados investimentos de prospecção para descobrir óleo e identificar se é viável ou não sua produção comercialmente.

Segundo a Petrobras, as concessões estão estrategicamente posicionadas em relação às descobertas do pós-sal nas áreas conhecidas como Parque dos Deuses, Parque dos Doces e Parque dos Cachorros, na Bacia do Espírito Santo, com potencial de comprovar significativos volumes e firmar posição em uma nova fronteira exploratória tanto do pré-sal quanto do pós-sal.

A estatal informou que a operação está alinhada à otimização do portfólio e à melhor alocação do capital da companhia, visando à maximização de valor para os seus acionistas e que as principais etapas subsequentes do projeto serão informadas oportunamente ao mercado.

OPERAÇÃO E PARTICIPAÇÃO

Atualmente, a Petrobras tem participação nesses blocos em consórcios com a norueguesa Equinor (antiga Statoil) além das petroleiras Enauta e Total. A Petrobras é operadora de um dos blocos e a Equinor dos outros quatro, conforme a divisão abaixo:

São cinco concessões em oferta: veja a atual participação da Petrobras em cada
São cinco concessões em oferta: veja a atual participação da Petrobras em cada . Crédito: Divulgação/Petrobras

A Equinor, porém, está deixando as concessões e transferindo suas participações para a Petrobras, com a consequente transferência da operação. A Total também está transferindo sua parte para a estatal. Os processos de cessão tramitam na Agência Nacional do Petróleo (ANP) e no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Após a conclusão dos processos de cessão, a Petrobras terá 100% da concessão de três dos blocos e 80% em dois, em consórcio com a Enauta. A ideia é vender metade dessas participações, ficando ainda com 40% ou 50% da concessão, conforme a tabela:

São cinco concessões em oferta: veja como ficará a participação Petrobras após cessões e o percentual que será vendido
São cinco concessões em oferta: veja como ficará a participação Petrobras após cessões e o percentual que será vendido. Crédito: Divulgação/Petrobras

As ofertas serão realizadas por concessão e estão "sujeitas ao eventual exercício do direito de preferência pelos parceiros e demais aprovações necessárias", informou.

Outros ativos da Petrobras no Espírito Santo também estão em processo de venda, como os polos de Golfinho e Camarupim, blocos marítimos de exploração de óleo, e de campos terrestres no Norte do Estado.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Economia Petrobras Petróleo

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.