ASSINE

Petrobras coloca à venda quatro campos de petróleo e gás no ES

O Polo Golfinho e o Polo Camarupim, localizados na Bacia do Espírito Santo, poderão ser negociadas em conjunto ou separadamente. As concessões serão até 2031 e 2032, respectivamente

Publicado em 15/01/2020 às 21h14
Plataforma de petróleo FPSO Cidade de Vitória, que atua no campo de Golfinho, no Norte do Estado. Crédito: Thiago Guimarães/Secom
Plataforma de petróleo FPSO Cidade de Vitória, que atua no campo de Golfinho, no Norte do Estado. Crédito: Thiago Guimarães/Secom

Petrobras anunciou nesta quarta-feira (15) que vai vender sua participação em dois conjuntos de concessões marítimas em águas profundas no pós-sal capixaba. O Polo Golfinho e o Polo Camarupim, localizados na Bacia do Espírito Santo, no Litoral Norte do Estado, possuem dois campos de petróleo e gás cada um e poderão ser negociados em conjunto ou separadamente. 

As concessões serão até 2031 e 2032, respectivamente, e os interessados nas áreas terão até o dia 7 de fevereiro deste ano para expressar que querem participar do certame. A venda dos campos faz parte com o programa de desinvestimentos da Petrobras. A estatal pretende otimizar o portfólio e melhorar sua alocação de capital e, com isso, valorizar suas ações.

O Polo Golfinho, onde opera o navio-plataforma FPSO Cidade de Vitória, inclui os campos de Golfinho, que é produtor de óleo; o campo de Canapu, produtor de gás não associado; além do bloco exploratório BM-ES-23. A produção total média dos campos entre 2018 e 2019 foi de 15 mil barris de petróleo por dia (bpd) e 750 mil m³/dia de gás.

Já o Polo Camarupim compreende os campos de Camarupim e Camarupim Norte, ambos produtores de gás não associado. Em fevereiro de 2015, o navio-plataforma Cidade de São Mateus, localizado no Polo Camarupim, explodiu deixando nove mortos e 26 feridos. Desde então, não estava sendo feita exploração no polo.

A Petrobras tem 100% de participação nas concessões dos Polos Golfinho e Camarupim(*), com exceção do bloco exploratório BM-ES-23, em que possui participação majoritária de 65%, em parceria com a PTTEP (20%) e Inpex (15%). A Petrobras é a operadora em todas as concessões.

EMPRESA JÁ COLOCOU À VENDA OUTROS CAMPOS E BLOCOS NO ES

A companhia já havia anunciado o descomissionamento de dois blocos exploratórios na bacia do Espírito Santo, localizado em Linhares. Os blocos ficam em terra e a companhia detém 50% de participação em cada um deles. 

Além desses, em setembro do ano passado, a Petrobras anunciou a venda de 27 campos de produção em terra no Norte do Estado. A negociação de ativos incluía campos maduros, instalações compartilhadas de escoamento e tratamento de produção, localizados nos nos municípios de São Mateus, Jaguaré, Linhares e Conceição da Barra, denominadas conjuntamente Polo Cricaré.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.