ASSINE

Mudanças no Banco do Brasil podem alterar 17 agências no ES, diz sindicato

O banco anunciou no início da semana que vai fechar 361 unidades no país e abrir PDV para desligar 5 mil funcionários. Implementação plena das medidas deve ocorrer durante o primeiro semestre deste ano

Vitória
Publicado em 14/01/2021 às 15h55
Fachada do Banco do Brasil - Praia de Camburi - Vitória/ES
Fachada de agência do Banco do Brasil em Vitória. Crédito: Ricardo Medeiros

A reestruturação nacional do Banco do Brasil, anunciada ao mercado na segunda-feira (11), pode abranger 17 agências no Espírito Santo, segundo o Sindicato dos Bancários do Estado (Sindibancários-ES). Uma reunião entre a diretoria do sindicato e representantes do banco foi realizada na manhã desta quinta-feira (14) para esclarecer as mudanças em território capixaba.

Segundo a conselheira do Sindibancários-ES Maria Goretti Barone, as informações preliminares repassadas pela instituição bancária dão conta de que, entre as agências que passariam por mudanças, 8 ou 9 seriam fechadas, outras 4 seriam convertidas em postos de atendimento, e mais 4 se tornariam Lojas BB, sem guichês de caixa.

Ela destacou, no entanto, que os planos do banco ainda não estão 100% definidos. “Conversamos com a equipe de gestão de pessoas do BB, que inicialmente informou esses números, mas não confirmou o número exato nem os locais dessas agências. A equipe ficou de informar posteriormente. Também não esclareceram quantos funcionários podem ser atingidos”, explicou.

Segundo informações divulgadas no início desta semana, o BB aprovou um plano de reorganização para ganhos de eficiência operacional que prevê, entre outras medidas, o fechamento de 361 unidades da instituição, sendo 112 agências, a conversão de 243 agências em postos de atendimento e oito postos de atendimento em agências, transformação de unidades de negócios em Lojas BB, sem guichês de caixa, relocalização compartilhada de 85 unidades de negócios e criação de 28 unidades de negócios.

Além disso, o banco anunciou a criação de um Programa de Adequação de Quadros (PAQ) e de um Programa de Desligamento Extraordinário (PDE), aos quais estima-se que cerca de 5 mil funcionários façam a adesão. 

A implementação das medidas deve ocorrer ainda durante o primeiro semestre deste ano com economia estimada em R$ 353 milhões em 2021 e R$ 2,7 bilhões até 2025. O plano, no entanto, desagradou o presidente Jair Bolsonaro, que avaliou o momento do anúncio como um erro político e cogita até mesmo trocar o presidente do banco por causa da repercussão negativa. 

A conselheira do sindicato no Estado demonstrou preocupação e afirmou que as informações repassadas até o momento para a categoria no Estado são muito vagas, e que nem sequer há certeza do prazo para que as mudanças comecem a ser implementadas.

"Ficamos um tanto boquiabertos com o anúncio. E nada está muito claro no momento. As informações que temos recebido são incompletas e isso pode tornar mais difícil a assistência aos trabalhadores. Chega a ser algo desrespeitoso", reclama.

A Gazeta questionou o Banco do Brasil sobre o número de agências que serão afetadas pela reestruturação no Estado, mas a instituição informou apenas que, no momento, só está divulgando os dados nacionais. “Esclarecemos que todos os clientes serão comunicados com antecedência”, diz a nota.

O QUE MUDA NO PAÍS

  • Desativação de 361 unidades (112 agências, sete escritórios e 242 postos de atendimento);
  • Conversão de 243 agências em postos de atendimento e oito postos de atendimento em agências;
  • Transformação de 145 unidades de negócios em Lojas BB, sem guichês de caixa;
  • Relocalização compartilhada de 85 unidades de negócios;
  • Criação de 28 unidades de negócios (14 agências especializadas agro e 14 escritórios leve digital).

O QUE PODE MUDAR NO ESPÍRITO SANTO

  • Desativação de 8 ou 9 agências;
  • Conversão de 4 agências em postos de atendimento;
  • Transformação de 4 unidades em Lojas BB, sem guichês de caixa.
Banco do Brasil sindibancários

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.