ASSINE

Caixa paga 3ª parcela do auxílio emergencial para quem tem Bolsa Família

Nesta quinta (18) recebem os beneficiários que possuem NIS com final 2. Confira os calendários com as datas de saque de cada um dos grupos e saiba quem já pode sacar o benefício e como usar a conta digital

Publicado em 17/06/2020 às 17h42
Atualizado em 26/06/2020 às 19h12
Aplicativo Caixa Tem onde o beneficiário recebe o auxílio emergencial
Aplicativo Caixa Tem, em que o beneficiário recebe o auxílio emergencial. Crédito: Siumara Gonçalves

A Caixa vai creditar nesta quinta-feira (18) a terceira parcela do auxílio emergencial de R$ 600 do governo federal para os beneficiários do Bolsa Família para quem tem o Número de Identificação Social (NIS) com final 2. Confira os calendários com as datas de saque de cada um dos grupos abaixo.

 O pagamento do benefício, com valores de R$ 600 a R$ 1.200, será pago a mais de 1,3 milhão de famílias no programa. O calendário de saques do Bolsa Família segue o último dígito do NIS. Na quarta-feira (17), receberam o benefício quem tem NIS com final 1. Os pagamentos seguem até o dia 30 de junho. Lembrando que os benefícios do auxílio emergencial e do Bolsa Família não são cumulativos.

Para os demais beneficiários do auxílio emergencial, os pagamentos começaram na última terça-feira (15). No total, foram disponibilizados mais R$ 3,2 bilhões para 4,9 milhões de pessoas. Os saques em espécie e as transferências estarão liberados a partir de julho para este grupo de trabalhadores.

Quem é beneficiário do Bolsa Família recebe o valor do auxílio por meio do cartão do programa, Cartão Cidadão ou por crédito em conta da Caixa. No caso desse grupo, é possível realizar o saque em espécie a partir da data de liberação do dinheiro, que segue o calendário do NIS.

COMO USAR A CONTA DIGITAL DO CAIXA TEM

Os beneficiários do auxílio emergencial podem consultar se o cadastro foi aprovado pelos canais oficiais da Caixa: site (clique aqui) e aplicativo Caixa - Auxílio Emergencial. 

Em nota, a Caixa explicou que sua prioridade é manter o atendimento digital. "Dessa forma, o banco reforça a orientação de que os recursos do auxílio sejam movimentados por meio do aplicativo Caixa Tem. O beneficiário que recebe pela Poupança Social Digital pode emitir o cartão de débito virtual para compras pela internet em sites e aplicativos que aceitam débito. A emissão do cartão é gratuita e a compra é debitada diretamente da conta, sem precisar sair de casa", explicou.

Para gerar o cartão, basta acessar o app e selecionar a opção Cartão de Débito Virtual, logo na tela inicial, e seguir os passos. O aplicativo envia a imagem do cartão com os dados para o usuário utilizar na internet.

Já para usar o Cartão de Débito Virtual basta informar os dados disponibilizados pelo app nos sites e aplicativos que aceitam débito. As compras são seguras porque para cada transação é gerado um código de segurança, enquanto nos cartões normais o número é sempre o mesmo. Para as compras recorrentes, o número é salvo e não é preciso gerar um código a cada compra.

Os beneficiários que optarem por sacar o benefício em espécie deverão seguir o calendário escalonado por mês de aniversário que começa no dia 6 de julho. Nas datas indicadas, eventual saldo existente será transferido automaticamente para a conta que o beneficiário indicou, sendo poupança da Caixa ou conta em outro banco.

Desde o dia 9 de abril, quando teve início o pagamento do auxílio emergencial do governo federal, e considerando o terceiro lote da primeira parcela de pagamentos, serão atendidos 63,5 milhões de pessoas, sendo pago um total de R$ 79,8 bilhões.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.