ASSINE

Caixa deposita FGTS a 5 milhões de nascidos em julho nesta segunda

Trabalhador vai receber até R$ 1.045 por meio de conta digital. Confira a data de saque e como pagar os boletos com o dinheiro do fundo

Publicado em 09/08/2020 às 20h26
Atualizado em 09/08/2020 às 20h26
Aplicativo Caixa Tem por ele é possível receber crédito do auxílio emergencial, BEm e FGTS
Aplicativo Caixa Tem por ele é possível receber crédito do auxílio emergencial, BEm e FGTS. Crédito: Siumara Gonçalves

Nesta segunda-feira (10), a Caixa deposita o saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para  trabalhadores nascidos no mês de julho, com recursos ativos ou inativos. O total liberado soma R$ 3,2 bilhões, que vai beneficiar cerca de 5 milhões de segurados.

Cada trabalhador vai receber até R$ 1.045. O dinheiro será creditado na conta poupança social digital, e só poderá ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem, para pagamento de contas e compras pelo QR code. O saque em espécie e transferências só estarão disponíveis a partir do dia 17 de outubro.

Os trabalhadores podem consultar o valor creditado por meio do aplicativo. Os aniversariantes que não tiveram o valor creditado automaticamente em conta no dia previsto pelo calendário devem acessar o App FGTS, complementar seus dados cadastrais, solicitar a abertura da conta digital e assim receber o crédito.

O saque emergencial tem como objetivo o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. Durante todo calendário, cerca de R$ 37,8 bilhões serão pagos para aproximadamente 60 milhões de trabalhadores. No Espírito Santo, são 790 mil trabalhadores beneficiados.

O crédito e o saque do FGTS ocorrem de forma escalonada, conforme o calendário de pagamentos. Veja abaixo.

QUEM PODE SACAR O FGTS?

Todo trabalhador que tem algum saldo nas contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) – esteja a conta ativa (com o trabalhador ainda empregado) ou inativa (caso tenha pedido demissão de algum emprego).

QUANTO PODE SER SACADO?

O limite de saques foi estabelecido em um salário mínimo: R$ 1.045. Se, por exemplo, o trabalhador tiver apenas R$ 500 na conta, ele poderá retirar todo o valor.

COMO EU CONSULTO O SALDO DA MINHA CONTA?

Desde o dia 15 de junho os trabalhadores já podem consultar quanto poderão sacar e em qual data o dinheiro será liberado. Os canais para consulta são pelo site www.fgts.caixa.gov.br e pelo telefone 111 – escolhendo a opção 2. Nos dois casos é preciso ter em mãos o CPF ou o Número de Identificação Social (NIS) do trabalhador.

CANCELAMENTO DO CRÉDITO

Caso não haja movimentação dos valores até o dia 30 de novembro, o valor será devolvido à conta de FGTS do trabalhador, sem prejuízos a quem não utilizar o dinheiro. Se após 30 de novembro a pessoa decidir por utilizar o dinheiro ela deverá fazer a solicitação do crédito por meio do aplicativo FGTS até 31 de dezembro.

O trabalhador que preferir deixar o dinheiro na conta do FGTS poderá informar no aplicativo ou pelo internet banking que não deseja receber os valores. O pedido para não receber deve ser feito, pelo menos, 10 dias antes da data prevista para o trabalhador receber o crédito.

Se o trabalhador receber o dinheiro, mas não tiver interesse em utilizar os valores ele pode solicitar o desfazimento do crédito. Tal solicitação também é feita pelo aplicativo ou pelo internet banking e não pode ser desfeita.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.