ASSINE

Busca por imóveis de luxo cresce no ES e preços chegam a R$ 3,5 milhões

Apesar do aumento das taxas de juros, empreendimentos que prezam pela exclusividade e localizações privilegiadas ainda acompanham o movimento de aquecimento do mercado iniciado durante a pandemia

Tempo de leitura: 7min
Vitória
Publicado em 13/03/2022 às 08h12

O aumento das taxas de juros tem gradualmente tornado o crédito mais caro. Entretanto, empreendimentos imobiliários que prezam pela exclusividade, localização privilegiada e qualidade no acabamento ainda acompanham o movimento de aquecimento do mercado, iniciado durante a pandemia.

Impulsionado em muito pela baixa oferta em anos anteriores, o segmento do mercado imobiliário que contempla os imóveis de alto padrão, ou de luxo, tem se sobressaído em meio às oscilações da economia, resultando em investimentos bilionários e centenas de vagas de emprego em municípios da Grande Vitória e de outras regiões do Espírito Santo.

“Fazia muito tempo que esses empreendimentos não surgiam no mercado, e agora temos visto vários surgindo, principalmente, em Vitória Vila Velha, em bairros como Praia do Canto, Enseada do Suá, Barro Vermelho, Mata da Praia, Praia da Costa, Itaparica, Itapuã, dependendo da região”, observa o presidente da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário do Espírito Santo (Ademi-ES), Eduardo Fontes.

Taj Home Resort, da Grand Construtora
Taj Home Resort, da Grand Construtora. Crédito: Grand Construtora/Divulgação

Ele pondera que o encarecimento do crédito é prejudicial à economia como um todo, mas destaca que muitos desses grandes empreendimentos foram lançados em meio ao momento de juros mais baixos, sobretudo em 2020, o que favoreceu o “boom” deste segmento imobiliário.

“Havia uma demanda não suprida, que está sendo atendida agora. Mas o mercado de luxo trabalha com médio e longo prazo, então mesmo as taxas atuais não significam necessariamente um problema no momento. Pode ser que até haver uma nova lacuna nessa área elas já tenham mudado novamente.”

Foi em meio a este cenário promissor que o Opportunity Fundo de Investimento Imobiliário decidiu implementar em Vila Velha um bairro planejado, chamado Costa Nova, que ocupará uma área total de 615,5 mil m², com acesso direto pela Rodovia do Sol e vista para o oceano e a Reserva de Jacarenema.

“Desenvolvido com base num conceito urbanístico inteligente, unindo tecnologia, sustentabilidade e bem-estar, o projeto prevê em sua primeira fase cerca de quatro condomínios, estimando 12 torres e 1.500 apartamentos. Além das unidades residenciais, deverá contar ainda com outros usos, como escritórios, lojas comerciais e serviços”, informou o fundo, por meio de nota.

Segundo a empresa, a proposta é privilegiar sempre a conveniência, a qualidade de vida, a segurança, o lazer e a comodidade dos futuros moradores.

A implantação do bairro e das edificações está prevista para ser feita em fases, sendo que o primeiro lançamento imobiliário do bairro, o condomínio Costa Mare, já teve as vendas iniciadas.

O condomínio será composto por duas torres, já em construção, abrigando 120 apartamentos de quatro suítes, com até 188 m², todas com vista oceânica, e três vagas de garagem, além das coberturas com metragens de até 342 m², com seis ou sete vagas para veículos.

Condomínio Costa Mare: empreendimento será primeiro em novo bairro de Vila Velha, chamado de Costa Nova
Condomínio Costa Mare será primeiro empreendimento em novo bairro planejado de Vila Velha. Crédito: Opportunity Fundo de Investimento Imobiliário/Divulgação

A área de lazer, com mais de 9.500 m², terá piscina com raia, bangalôs, quadra esportiva, quadra de tênis, quadra de squash, pista de corrida, quadra de areia, dois espaços para pets, sala de luta, espaço home office, garage band e espaço youtuber com camarim.

O novo investimento do fundo possui Valor Geral de Vendas (VGV) de R$ 200 milhões, sendo que os imóveis terão preços a partir de R$ 1.315.000. A expectativa é de que o empreendimento crie mais de 3 mil empregos diretos e indiretos durante a fase de obras.

Em Vitória, uma parceria da RS Construtora com o Grupo Incospal resultará no empreendimento Joaquim Lírio, na rua de mesmo nome, na Praia do Canto, que ocupará uma área de 1.252,00 m², tendo 24 unidades de 166,20 m², sendo duas por andar com quatro suítes. Os imóveis têm valores a partir de R$ 3,5 milhões.

As opções de lazer do condomínio incluem salão de festas, gourmet grill, club lounge gourmet, piscinas infantil e adulto com raia de 25 metros, deck molhado, solarium, academia, sauna com repouso, quadra poliesportiva e espaço kids playground.

parceria da RS Construtora com o Grupo Incospal resultará no empreendimento Joaquim Lírio
Empreendimento Joaquim Lírio, desenvolvido por meio de parceria da RS Construtora com o Grupo Incospal . Crédito: RS Construtora /Divulgação

Ainda neste ano, a Mata da Praia, em Vitória, e a orla de Itaparica, em Vila Velha, vão ganhar dois novos empreendimentos de luxo construídos pela Galwan.

As obras do Solar Mata da Praia estão em ritmo acelerado e o empreendimento está praticamente todo comercializado, com poucas unidades disponíveis. O condomínio-clube, como é caracterizado, está localizado em uma área de 8.439,56 m² na quadra da Praia de Camburi, com apartamentos de três e quatro quartos que chegam a 158 m² e podem ter até três suítes.

O empreendimento conta com lazer completo, com salão de festas adulto e infantil, salão de jogos, fitness, brinquedoteca, sala de repouso, sauna a vapor, piscinas adulto e infantil, quadra recreativa, playground e churrasqueiras. Os apartamentos disponíveis, de quatro quartos, tem valores a partir de R$ 1.576.229,00.

Já o Mar do Caribe, em Itaparica, teve todas as suas unidades comercializadas pela construtora. O empreendimento tem uma área de 6.600 m² com apartamentos de três e quatro quartos com tamanhos que variam de 82 m² a 152 m².

O condomínio também conta com lazer completo, com salão de jogos, gourmet grill, espaço gourmet, salão de beleza, pub, sala de repouso, sauna, SPA, churrasqueira a gás, piscinas, playgrounds, entre outros espaços.

“Estamos sempre propondo empreendimentos completos, do tipo clube, para atender a família toda e dar uma tranquilidade a mais aos pais que querem criar seus filhos com lazer e segurança”, destacou o diretor-presidente da empresa, José Luís Galvêas.

Outro lançamento é o Taj Home Resort, em Jockey de Itaparica, em Vila Velha. O condomínio, projetado pela Grand Construtora, fica de frente para o mar e conta com duas torres de apartamentos, com 390 imóveis de três e quatro suítes, indo de 156 a 295 m², e, segundo a empresa, prioriza segurança, privacidade e serviços exclusivos.

Haverá, por exemplo, um setor comercial de uso restrito dos moradores, em que estarão instalados choperia, lavanderia, salão de beleza, estúdio de pilates, restaurante contemporâneo, padaria, café, entre outros.

Já a área de lazer terá opções como quadras poliesportivas, quadras de tênis, quadra de squash, SPA, spinning, academia, brinquedoteca, adega, piscina com mais de mil metros quadrados, piscina indoor aquecida para natação entre outros.

Taj Home Resort
Taj Home Resort, da Grand Construtora, está localizado em um terreno de 30 mil metros quadrados em Vila Velha. Crédito: Grand Construtora/ Divulgação

“O projeto do Taj Home Resort vai transformar esta região na mais nova região de alta qualidade de vida desejada não só por capixabas como também por paulistas, brasilienses, cariocas, mineiros e goianos, responsáveis, alguns destes, pelas primeiras compras no empreendimento”, destacou a Grand, em nota.

O empreendimento tem valor geral de vendas superior a R$ 1 bilhão, e, segundo a construtora, deve criar 800 empregos diretos no pico da fase de obras.

“Nesse primeiro momento estamos terminando a infraestrutura, que são as fundações das duas torres; depois iniciaremos a estrutura, obra bruta, acabamentos, e, no ápice da obra nós chegaremos a 800 funcionários. É o Taj trazendo também empregos não só para Vila Velha, e sim para todo o Estado”, destacou Gustavo Rezende, diretor de vendas da Grand Construtora.

Fugindo da Grande Vitória e indo em direção às montanhas capixabas, o Mudrah Eco Living, primeiro empreendimento com estrutura de resort e serviço de hotelaria, localizado em Domingos Martins, pela LCIn Empreendimentos, deve ter as obras iniciadas neste mês de janeiro.

O empreendimento deve criar cerca de oitenta empregos diretos e mais de duzentos indiretos, logo na fase inicial das obras. E ainda gerar mais consumo e, consequentemente, atrair mais investidores e comércio para a região.

Mudrah Eco Living será primeiro empreendimento com estrutura de resort e serviço de hotelaria em Domingos Martins
Mudrah Eco Living será primeiro empreendimento com estrutura de resort e serviço de hotelaria em Domingos Martins. Crédito: LCIn Empreendimentos/Divulgação

O empreendimento de luxo, é inspirado nos elementos da natureza - fogo, terra, água e ar - e será erguido em uma área de terreno de 29.900 m², dentro de um complexo de mais de 150 mil m².

Ao todo serão construídas 78 unidades, sendo 40 de um quarto, com área privativa de 53 m², e 38 com dois dormitórios, com área de 80 m², ambas com varanda, jacuzzis privativas e duas vagas na garagem. A entrega está prevista para acontecer em 2024, e a partir de R$ 536.815 é possível adquirir uma unidade.

Além de opções de lazer, os moradores contarão com uma gama diversa de serviços dentro do empreendimento: dois restaurantes, wine bar, casa de chá e café, coworking, academia totalmente equipada, sala de ioga e meditação, SPA, área de lazer completa com piscina descoberta e piscina aquecida, duas quadras de beach tênis, quadra de tênis, bike point, entre outros itens.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais
Núcleo ag imóveis luxo Mercado imobiliário

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.