ASSINE

Vitória terá vacinação contra a Covid-19 em formato drive-thru

Prefeito Lorenzo Pazolini pediu que a população não procure as unidades de Saúde para receber as doses, reforçando que a vacinação começará pelos grupos prioritários

Publicado em 15/01/2021 às 13h13
Veículos formam filas para vacinação de idosos em drive-thru no Parque da Prainha, em Vila Velha
Fila de carros durante vacinação no sistema drive-thru. Crédito: Reprodução | TV Gazeta

O prefeito de Vitória, Lorenzo Pazolini, informou nesta sexta-feira (15) que uma das estratégias para vacinação na Capital contra a Covid-19 será o sistema drive-thru, no qual as pessoas são vacinadas sem sair do carro. Ele pediu também que a população não procure as unidades de Saúde para receber as doses neste momento, reforçando que a vacina só será aplicada, inicialmente, em idosos de instituições de longa permanência e em profissionais de saúde. 

Em entrevista ao programa Bom Dia ES, da TV Gazeta, Pazolini disse que recebeu com muita alegria a notícia dada pelo ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, do início da vacinação contra a Covid-19 na capital do Estado marcada para a próxima quarta-feira (20), às 10h da manhã.

De acordo com o prefeito, a cidade de Vitória vai receber, aproximadamente, quatro mil doses neste primeiro momento. Apesar de ser um número pequeno, Pazolini acredita já ser um começo. Além disso, diz estar confiante que o uso emergencial da vacina vai ser autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). “A reunião ontem (dia 14) com o ministro da Saúde foi muito proveitosa. E tudo indica que essa autorização sairá no domingo”, fala.

Para receber as vacinas e realizar o atendimento necessário à população, Pazolini informa que a Prefeitura Municipal de Vitória, em conjunto com a Secretária de Saúde, já disponibilizaram câmaras frigoríficas, caminhões refrigerados bem como 28 salas de vacinação. “Temos toda uma estrutura montada e preparada para atender o nosso morador de Vitória”, destaca.

ATENDIMENTO

Em um primeiro momento, as vacinas serão levadas às pessoas dos grupos prioritários, como os idosos que vivem em instituições de longa permanência e os profissionais de saúde que estão na linha de frente do combate contra a Covid-19. “Não é o momento de correr para as unidades de saúde”, expressa o prefeito de Vitória.

Com o objetivo de respeitar o distanciamento social e evitar aglomerações, o atendimento para a população em geral será feito em agendamento on-line, por meio de um aplicativo. Por isso, Pazolini ressalta que ninguém deve procurar as unidades de saúde para ser vacinado. “Não precisa ter atropelo. Temos toda uma equipe para atender bem as pessoas com segurança”, diz.

Ele adiantou que outra forma de atendimento será por meio de drive-thru, na qual as pessoas serão vacinadas sem sair do carro. Contudo, a população deve aguardar para receber toda a orientação. “Nós temos que manter a calma. A pressão inicial é da remessa de doses. Nós temos 32 mil pessoas nessa primeira etapa para serem atendidas”, comunica o prefeito.

Segundo Pazolini, um cronograma será estabelecido, junto com o Ministério da Saúde, para atender e vacinar todos os moradores de Vitória. A população também terá acesso ao cronograma, que estará disponível no site da Prefeitura. “É fundamental que os que forem vacinados mantenham todas as regras sanitárias, evitem aglomerações, usem os equipamentos de proteção, máscara, álcool em gel e continuem tendo todos os cuidados”, considera.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.