ASSINE

Vídeo: Rio Marinho transborda e ruas ficam alagadas em Vila Velha

No bairro Nova América, em Vila Velha, ruas se confundem com o rio. Uma moradora relata que há 47 anos sofre com os alagamentos: "Nada mudou"

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 11/10/2021 às 16h15
Atualizado em 11/10/2021 às 19h05
jardim américa
Ruas alagadas no bairro Nova América, Vila Velha. Crédito: Carlos Alberto Silva

No bairro Nova América, em Vila Velha, os efeitos das fortes chuvas que tiveram início neste sábado (10) no Espírito Santo continuam sem dar trégua. As ruas encontram-se alagadas e o cenário pode piorar, já que o Rio Marinho está transbordando na região.

Ruas alagadas no bairro Nova América, Vila Velha

Nova América
Ruas do bairro Nova América, Vila Velha. Carlos Alberto Silva
Nova América
Ruas do bairro Nova América, Vila Velha. Carlos Alberto Silva
Nova América
Ruas do bairro Nova América, Vila Velha. Carlos Alberto Silva
Nova América
Ruas do bairro Nova América, Vila Velha. Carlos Alberto Silva
Nova América
Ruas do bairro Nova América, Vila Velha. Carlos Alberto Silva
Nova América
Ruas do bairro Nova América, Vila Velha. Carlos Alberto Silva
Nova América
Ruas do bairro Nova América, Vila Velha. Carlos Alberto Silva
Nova América
Ruas do bairro Nova América, Vila Velha. Carlos Alberto Silva
Nova América
Ruas do bairro Nova América, Vila Velha. Carlos Alberto Silva
Nova América
Ruas do bairro Nova América, Vila Velha. Carlos Alberto Silva
Nova América
Ruas do bairro Nova América, Vila Velha. Carlos Alberto Silva
Nova América
Ruas do bairro Nova América, Vila Velha. Carlos Alberto Silva
jardim américa
Ruas alagadas no bairro Nova América, Vila Velha. Carlos Alberto Silva
jardim américa
Ruas alagadas no bairro Nova América, Vila Velha. Carlos Alberto Silva
jardim américa
Ruas alagadas no bairro Nova América, Vila Velha. Carlos Alberto Silva
jardim américa
Ruas alagadas no bairro Nova América, Vila Velha. Carlos Alberto Silva
Ruas alagadas no bairro Nova América, Vila Velha
Ruas alagadas no bairro Nova América, Vila Velha
Ruas alagadas no bairro Nova América, Vila Velha
Ruas alagadas no bairro Nova América, Vila Velha
Ruas alagadas no bairro Nova América, Vila Velha
Ruas alagadas no bairro Nova América, Vila Velha
Ruas alagadas no bairro Nova América, Vila Velha
Ruas alagadas no bairro Nova América, Vila Velha
Ruas alagadas no bairro Nova América, Vila Velha
Ruas alagadas no bairro Nova América, Vila Velha
Ruas alagadas no bairro Nova América, Vila Velha
Ruas alagadas no bairro Nova América, Vila Velha
Ruas alagadas no bairro Nova América, Vila Velha
Ruas alagadas no bairro Nova América, Vila Velha
Ruas alagadas no bairro Nova América, Vila Velha
Ruas alagadas no bairro Nova América, Vila Velha

Para Edite Cortelete, que mora há 47 anos no bairro, logo ao lado do rio, sempre houve enchente no local. "Nada mudou", disse.

Para os adolescentes, o risco virou fator de diversão. Em vídeo, é possível ver um jovem em uma espécie de colchão inflável no meio do alagamento, usando como se fosse um bote.

Em Nova América, Vila Velha, moradores se arriscam brincando nas ruas alagadas

Em nota, no entanto, a Defesa Civil estadual informou que não há acionamento para o Corpo de Bombeiros ou pedido de apoio à Defesa Civil Estadual, até o momento.

Já a prefeitura de Vila Velha (PMVV) informou que o Bairro Nova América, bem como toda a cidade, recebem limpeza de canais, galerias, bocas de lobo e bueiros rotineiramente. Somente hoje (11), em ação excepcional, foram retirados dos canais e das estações de bombeamento 21,5 Toneladas de lixo.

Em nota, a PMVV afirmou ainda que, ao todo, registrou 11 ocorrências no município, seja por alagamento, risco de deslizamento ou pequenos deslizamentos de terra. Os bairros atendidos foram:

  • São Torquato;
  • Prainha da Glória;
  • Jardim Guaranhuns;
  • Cavalieri;
  • Ponta da Fruta; 
  • Cobi de Cima;
  • Cobi de Baixo; 
  • Nova América;
  • Cobilândia. 

ALERTA

A Defesa Civil Estadual divulgou estado de alerta. Com a manutenção das chuvas, são grandes as possibilidades de novos problemas, de modo que o órgão seguirá monitorando o sistema de informação de desastres 24 horas por dia, acompanhando índices pluviométricos, previsões meteorológicas, avisos e alertas.

A previsão, segundo Boletim de Avisos Meteorológicos e Alertas, é de chuva expressiva em parte do Estado, durante esta segunda-feira (11). A terça-feira (12), no entanto, deverá contar com chuva menos intensa no Estado. Porém, ela pode cair na forma de pancada em alguns pontos.

Também segundo o boletim, chove de forma moderada, a qualquer hora desta segunda (11), em todas as regiões, acarretando em grandes acumulados de chuva. A chuva não deve ser acompanhada de outros fenômenos adversos. O acumulado deste dia deve ser expressivo, podendo representar entre 40 e 60% da média de chuva para um outubro típico em algumas regiões e se aproximando do total de chuva do mês nas vizinhanças da Grande Vitória e da Região Nordeste do Espírito Santo.

INMET

O Instituto Nacional de Meteorologia, o Inmet, também renovou o alerta meteorológico para todo o Espírito Santo e agora destaca para a possibilidade de acumulado de chuva nas próximas 24 horas. Até as 10h desta terça-feira (12), feriado de Nossa Senhora Aparecida, todas as regiões capixabas podem acumular volumes entre 30 a 60 mm/h ou 50 a 100 mm/dia.

O alerta do Inmet se estende também para todo o Estado do Rio de Janeiro e também para as cidades mineiras que fazem divisa com o ES e o RJ.

Os aguaceiros contabilizados até o momento no Estado indicam que Cariacica foi o município de 85.5 mm nas últimas 24h, seguido por Vila Velha com 78.11 mm. Na sequência aparecem a Serra, com 71.58 mm, Viana, com 69.8 mm e Guarapari com 61.95 mm. A Capital contabilizou 51.77 mm, de acordo com a Defesa Civil estadual.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.