ASSINE

Vídeo mostra momento em que carro avança sinal e atinge motoboy em Vitória

As imagens, enviadas para a TV Gazeta, mostram o momento em que Renato é atingido e arremessado para o outro lado da pista, onde bateu em um muro a cerca de 10 metros do local onde aconteceu a colisão

Publicado em 14/09/2020 às 14h56
Vídeo mostra momento em que carro fura sinal vermelho e bate em motoboy
Vídeo mostra momento em que carro fura sinal vermelho e bate em motoboy. Crédito: Reprodução / Vídeo

A câmera de segurança de um prédio, localizado na Avenida Fernando Ferrari,  em Vitória, registrou o momento em que um carro passa em alta velocidade, ultrapassa o sinal vermelho e atinge o motoboy Renato Vieira da Costa, de 31 anos. O acidente aconteceu no sábado (12) e o entregador de lanche morreu antes da chegada do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu)

As imagens, enviadas para a TV Gazeta, mostram o momento em que Renato é atingido e arremessado para o outro lado da pista, onde bateu em um muro a cerca de 10 metros do local onde aconteceu a colisão. Testemunhas contaram à TV Gazeta que o semáforo abriu para Renato e ele já ia sair, quando viu que vinha um carro em alta velocidade. Ele parou, esperou o carro passar e quando foi sair de novo, veio outro carro – também muito rápido – e a batida aconteceu.

Quem mora na região afirma que é comum os carros circularem em alta velocidade por ali. "Vira e mexe acontece acidente aqui no trevo", disse um morador de Goiabeiras.

"Eles não têm respeito nenhum pelo sinal, pelo pedestre. Até com o sinal já fechado, a gente tem que esperar o carro passar para poder atravessar", contou à TV Gazeta outra moradora.

MOTORISTA FOI LIBERADO PELA POLÍCIA

O motorista que avançou o sinal vermelho e provocou o acidente que terminou com a morte de Renato foi ouvido pela polícia e liberado. De acordo com o boletim da Polícia Militar, ele admitiu que o ultrapassou o semáforo, que estava fechado para ele. Aos policiais que atenderam a ocorrência, o motorista admitiu que não conseguiu frear a tempo.

O motorista permaneceu no local e fez o teste do bafômetro, que deu negativo para ingestão de álcool. O carro estava com a documentação irregular, mas não foi recolhido porque não havia guinchos credenciados disponíveis.

Avançar o sinal vermelho é considerada uma infração gravíssima, sujeita ao pagamento de multa no valor de R$ 293,47 e perda de sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação(CNH).

O QUE DIZ A POLÍCIA CIVIL 

A reportagem de A Gazeta demandou a Polícia Civil nesta segunda-feira (14) para saber como está a investigação do caso. Por nota, a PC respondeu apenas que "o caso seguirá sob investigação na Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito" e que "todas as circunstâncias do fato serão analisadas".

Vitória (ES) acidente fernando ferrari goiabeiras

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.