Ufes tem 10 cursos com nota máxima no Enade. Veja quais são

O número de cursos com nota máxima aumentou em relação a 2018. Ifes também teve dois cursos bem avaliados no ranking

Rede Gazeta
Publicado em 21/10/2020 às 14h44
Atualizado em 22/10/2020 às 11h08
Data: 26/11/2019 - ES - Vitória - UFES - Editoria: Cidades - Foto: Fernando Madeira - GZ
Campus da Ufes: número de cursos da universidade bem avaliados no Enade cresceu. Crédito: Fernando Madeira

Dez cursos da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) obtiveram o conceito máximo do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade). O número de cursos com nota 5 na instituição aumentou em relação às últimas avaliações. Os dados foram divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) na terça-feira (20).

As engenharias Mecânica, Elétrica, Civil e de Produção, além de Fisioterapia, Arquitetura e Urbanismo, Nutrição e Medicina são os cursos do campus de Vitória que aparecem no topo da lista. Agronomia, do campus de São Mateus, e Nutrição, de Alegre, também receberam nota 5 na avaliação realizada no ano de 2019, da qual foram analisados 29 cursos da universidade.

Outros 13 cursos foram avaliados com conceito 4, um aumento de mais de 85% com relação à última edição, realizada em 2018. Seis cursos tiveram nota 3 e nenhum obteve conceito 1 ou 2.

O Enade é o exame aplicado pelo governo federal aos estudantes concluintes, ou seja, que estão no último ano da graduação. Ele é um dos indicadores de qualidade da educação superior e acontece a cada três anos em cada curso.

Levando em consideração o desempenho dos estudantes nas provas, os cursos são classificados seguindo uma escala de 1 a 5. O conceito 3 reúne a maior parte dos cursos. Aqueles que tiveram um desempenho menor que a maioria recebem conceitos 1 ou 2. Já os que tiveram desempenho superior que a maioria recebem 4 ou 5.

Os cursos avaliados em 2019, mas com conceitos divulgados neste ano, foram os de bacharelado em engenharia; arquitetura e urbanismo; ciências agrárias; ciências da saúde e áreas afins, além daqueles de cursos superiores de tecnologia das áreas de ambiente e saúde; produção alimentícia; recursos naturais; militar e segurança.

CRESCIMENTO

O número de cursos com nota máxima aumentou em relação a 2016, ano que esses mesmos cursos foram avaliados. Dos dez melhores avaliados, oito saltaram de posição de lá para cá. As engenharias Civil e Elétrica, no entanto, mantiveram o bom desempenho até 2019, com a nota 5 nos dois anos.

Esse também é o segundo ano consecutivo em que os índices crescem se levado em conta todos os cursos da instituição. Na pesquisa de 2018, três deles alcançaram o topo do ranking: Direito, Psicologia e Comunicação Social, com ênfase em Publicidade e Propaganda. Ou seja, no intervalo de um ano, esse número passou de três para dez, o que demonstra uma alta expressiva.

Por sua vez, os cursos de Farmácia, Odontologia e as engenharias de Alimentos, Computação e Florestal caíram na lista. A maioria tinha nota 5 e diminuiu para 4, com exceção do curso de Odontologia, que desceu para o conceito 3.

IFES

Dos 10 cursos avaliados no Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes), dois receberam a nota máxima. São eles Engenharia Elétrica, do campus em Vitória; e Engenharia Mecânica, de Aracruz. Já os cursos que conquistaram nota 4 foram Agronomia, de Santa Teresa e Itapina; Engenharia de Controle e Automação, da Serra; Engenharia Mecânica, em São Mateus; e Engenharia de Produção, em Cariacica. Na capital, o curso de Engenharia Ambiental também entrou no ranking acima da média, com a nota 4.

O reitor da Ufes, Paulo Vargas, comemorou o resultado do Enade e destacou que a universidade precisa de investimentos para continuar mostrando um bom resultado. 

"Estamos demonstrando mais uma vez que a Ufes tem agregado sempre mais qualidade aos seus cursos, o que retorna em melhorias para toda a sociedade. Para continuar assim, é preciso que os investimentos sejam ampliados, com orçamento compatível com os serviços que a Ufes presta e os resultados que gera", escreveu nas redes sociais.

Veja quais foram os cursos mais bem avaliados na Ufes em 2019:

CONCEITO 5:

  • Agronomia - São Mateus
  • Arquitetura e Urbanismo - Vitória
  • Engenharia Civil - Vitória
  • Engenharia Elétrica - Vitória
  • Engenharia Mecânica - Vitória
  • Engenharia de Produção - Vitória
  • Fisioterapia - Vitória
  • Nutrição - Vitória
  • Nutrição - Alegre
  • Medicina - Vitória

CONCEITO 4

  • Agronomia - Alegre 
  • Educação Física - Vitória 
  • Enfermagem e Obstetrícia - Vitória 
  • Engenharia da Computação - Vitória 
  • Engenharia da Computação - São Mateus 
  • Engenharia Florestal - Alegre 
  • Farmácia - Alegre 
  • Farmácia - Vitória 
  • Fonoaudiologia - Vitória
  •  Odontologia - Vitória
  •  Medicina Veterinária - Alegre

(*) Maria Fernanda Conti é aluna do 23° Curso de Residência em Jornalismo da Rede Gazeta, sob supervisão das editoras Joyce Meriguetti e Érica Vaz.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.