ASSINE

Ufes tem três cursos com nota máxima no Enade. Veja quais são

O número de cursos com nota máxima aumentou em relação a 2015. Ifes também teve três cursos avaliados

Publicado em 04/10/2019 às 22h09
Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), em Goiabeiras. Crédito: Ricardo Medeiros
Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), em Goiabeiras. Crédito: Ricardo Medeiros

A Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) possui três cursos com nota máxima no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade). São eles:  Direito, Psicologia e Comunicação Social, com ênfase em Publicidade e Propaganda. O número de cursos com conceito 5 aumentou na instituição em relação a última avaliação.

Os dados foram divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) nesta sexta-feira (4). O Enade é o exame aplicado pelo governo federal aos estudantes concluintes, ou seja, que estão no último ano da graduação. Ele é um dos indicadores de qualidade da educação superior.

Levando em consideração o desempenho dos estudantes nas provas, os cursos são classificados seguindo uma escala de 1 a 5. O conceito 3 reúne a maior parte dos cursos. Aqueles que tiveram um desempenho menor que a maioria recebem conceitos 1 ou 2. Já os que tiveram desempenho superior que a maioria recebem 4 ou 5.

Cada curso é avaliado a cada três anos. Os cursos avaliados em 2018, mas com conceitos divulgados neste ano, foram os de bacharelado das áreas de ciências sociais aplicadas, ciências humanas e áreas afins, e os de tecnologia de gestão e negócio, apoio escolar, hospitalidade e lazer, produção cultural e design.

AUMENTO 

O número de cursos com nota máxima aumentou em relação a 2015, ano que esses mesmos cursos foram avaliados. Naquele ano, somente Direito tinha conquistado nota máxima. Comunicação Social, com ênfase em Publicidade e Propaganda, e Psicologia estavam com conceito 4. O curso de Design passou do conceito 3 para 4.

Os cursos de Administração, Ciências Contábeis (presencial) e Comunicação Social, com ênfase em Jornalismo, permanecem com conceito 4.

Serviço Social foi avaliado com nota 4, no entanto, esse curso não entrou nos dados do Enade de 2015. Já o curso de Ciências Contábeis (a distância) recebeu nota 3 na avaliação anterior, mas não tem dados referentes a 2018.

IFES

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo (Ifes) teve três cursos avaliados.  O  curso de Administração em Colatina teve nota máxima. Já o curso de Administração em Guarapari teve nota 4.  O curso em Tecnologia e Logística possui nota 3. Nenhum deles foi avaliado na edição anterior. Não houve nenhum curso do Ifes e da Ufes com nota 1 e 2, consideradas abaixo da média.

Pra a secretária de Avaliação Institucional da Ufes, Leila Massaroni, o Enade mostra que a instituição está no caminho certo, dando formação de qualidade para os estudantes. Essa qualidade é fruto de uma série de fatores, como um bom projeto pedagógico, infraestrutura, qualificação docente e discentes bons.

“Para a Ufes, é muito importante que tenha crescido o número de cursos com nota máxima. Isso representa que todo investimento tem dado resultado. Às vezes fazemos ajuste administrativo para que a qualidade da docência não seja prejudicada, mesmo diante dos cortes anunciados”, pontuou.

O coordenador do curso de Direito, Tiago Figueiredo Gonçalves, disse que a manutenção da nota máxima no curso de Direito sinaliza que, apesar de todas as dificuldades que a universidade pública enfrenta nos últimos tempos, continua sendo de alto nível.

“Nós temos uma deficiência muito grande em termo de estrutura e os investimentos não permitem uma estrutura satisfatória se comparado com as instituições privadas. Mas temos esforço, dedicação do corpo docente e discente, dessa forma o resultado acaba sendo positivo”, concluiu.

A advogada Stefanni Fonseca Jabert, que cursou Direito na Ufes e participou da avaliação, disse que o resultado foi fruto da dedicação dos alunos e do corpo docente e discente. “A faculdade nos proporciona uma boa base, nos estágios que fazia conseguia perceber que os alunos tinham um bom desenvolvimento pela boa base que o curso nos proporciona”, pontuou.

A Gazeta integra o

Saiba mais
educação ufes

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.