ASSINE

Taxa de ocupação de UTIs volta a subir no ES e chega a 72,29%

Indicador é um dos componentes que definem as medidas de restrição no Estado para controle do novo coronavírus

Publicado em 21/05/2020 às 19h19
Atualizado em 21/05/2020 às 19h19
Novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com respirador no Hospital Jayme Santos Neves, na Serra.
Leitos de UTI com respirador no Hospital Jayme Santos Neves, na Serra: taxa de ocupação está próxima de 90%. Crédito: Reprodução/TV

A taxa de ocupação dos leitos de UTI no Espírito Santo para pacientes com a Covid-19 voltou a subir e, nesta quinta-feira (21), alcançou a marca de 72,29%. O indicador, que é um dos componentes avaliados para definir medidas de controle do novo coronavírus no Estado, na véspera registrava 69,72% de utilização.

Dos 462 leitos oferecidos pelo SUS, 334 estão sendo usados por pessoas que desenvolveram o quadro clínico mais grave da doença. A maior parte da oferta está na Grande Vitória, onde também concentra-se a demanda. Na região metropolitana, são 332 vagas na terapia intensiva, das quais 274 são utilizadas, ou seja, 82,53% de ocupação. 

Dois hospitais já não têm mais leitos disponíveis na UTI: Dório Silva, na Serra, e Evangélico de Vila Velha. Outros também se aproximam de seu limite de capacidade, como o hospital Dr. Jayme Santos Neves, referência na Grande Vitória para o atendimento à Covid-19. Com 203 vagas na terapia intensiva, 86,69% estão ocupadas. 

Contando com a enfermaria, o Espírito Santo dispõe hoje de 920 leitos - dois a mais do que o registrado na quarta-feira (20). Para a próxima semana, o governador Renato Casagrande disse que espera chegar a 1.040, somando com a reserva de vagas em hospitais filantrópicos e particulares com os quais foi firmado contrato.

De toda maneira, há uma preocupação de o Estado atingir o máximo da sua capacidade de oferta, sobretudo se o distanciamento social não for respeitado. Com mais pressão sobre o sistema de saúde, e taxa de ocupação de leitos de UTI superior a 91%, o Espírito Santo poderá ter que adotar o bloqueio total de atividades nos municípios com situação mais crítica

A Gazeta integra o

Saiba mais
Saúde Hospitais Coronavírus Coronavírus no ES Covid-19 Sistema Único de Saúde Pandemia

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.