ASSINE

Saiba o que poderá abrir no Espírito Santo em caso de risco extremo

Serviços essenciais poderão funcionar durante a semana, com restrição de horário e regras de distanciamento. Aos finais de semana medidas serão ainda mais restritivas

Publicado em 10/06/2020 às 19h21
Atualizado em 10/06/2020 às 19h26
Renato Casagrande durante coletiva de imprensa, 10 de junho
Renato Casagrande durante coletiva de imprensa, 10 de junho . Crédito: Reprodução

Caso a taxa de ocupação dos leitos de UTI exclusivos para pacientes com Covid-19 chegue a 91%, alguns municípios do interior e da Região Metropolitana entrarão em uma nova classificação da matriz de risco estabelecida pelo governo do Estado: o risco extremo. Nesse cenário, apenas serviços considerados essenciais, como supermercados, padarias e farmácias, poderão abrir as portas durante a semana. Aos sábados e domingos apenas serviços de saúde, farmácia, segurança e assistência social estarão autorizados a funcionar. As medidas foram anunciadas pelo governador Renato Casagrande (PSB) durante entrevista coletiva nesta quarta-feira (10).

O risco extremo vai categorizar o estado mais crítico na escala estabelecida pela matriz de risco do governo, que classificou, até agora, os municípios em risco baixo, moderado e alto. Desde que o estado ultrapassou a taxa de 80% de leitos de UTI ocupados, no entanto, todos os municípios capixabas estão classificados como risco alto ou moderado. Atualmente, a taxa de ocupação está em 84%.

Atividades de construção civil e comércios não considerados essenciais serão suspensas. Veja a lista do que poderá funcionar durante a semana e quais serão as regras para funcionamento.

FUNCIONAMENTO DE SEGUNDA A SEXTA-FEIRA

  • Hipermercados, supermercados, mercados e hortifrutigranjeiros
  • Padarias
  • Açougues
  • Distribuidores de cestas básicas
  • Comercialização de produtos para animais
  • Postos de combustíveis 
  • Transporte público
  • Táxi e aplicativos de transporte privado urbano
  • Transporte de serviços essenciais
  • Serviços postais
  • Oficinas de reparação de veículos
  • Serviços de distribuição de água, luz, gás, internet e telecomunicações
  • Serviços funerários
  • Instituições bancárias e casas lotéricas para serviços essenciais
  • Produção/distriubuição/comercialização de combustíveis e derivados
  • Atividades de imprensa
  • Serviço de limpeza urbana e coleta de lixo
  • Serviço de limpeza de serviços essenciais e áreas comuns de prédios e condomínios (vetado o atendimento para fins domésticos)
  • Presídios, penitenciárias e instituições socioeducativas 
  • Qualquer atividade de disponibilização de insumos necessários para serviços essenciais
Medidas apresentadas na coletiva de imprensa, 10 de junho
Medidas apresentadas na coletiva de imprensa, 10 de junho . Crédito: Reprodução

REGRAS PARA FUNCIONAMENTO DURANTE RISCO EXTREMO

  • Um cliente a cada 20m² com afastamento de 1,5 metros e com implementação de controle de entrada
  • Um comprador por família
  • Horário de funcionamento restrito de 7h às 19h
  • Obrigatoriedade de lançar CPF na nota
  • Recomendação de crianças até 12 anos não saírem do isolamento
  • Aplicação de multa para empresa que atender clientes fora do dia de rodízio
  • Limitação de ocupação de hotéis em 30% da capacidade
  • Fechamento das lojas de conveniência
  • Restaurante autorizados apenas para delivery, sem a opção de take-out.

NÃO PODERÃO FUNCIONAR

Todas as atividades que não se enquadram nas que foram listadas, como comércio de rua e shoppings não poderão funcionar, nem durante a semana e nem aos sábados e domingos. A medida também inclui as atividades do setor de construção civil nas atividades suspensas.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.