Ônibus "verdinhos": rodoviários realizam protesto em Vitória

Segundo o Sindicato dos Rodoviários (Sindirodoviários), nenhum ônibus "verdinho" circulou até 10h, quando o movimento terminou. A manifestação atingiu as três empresas que operam o sistema municipal

Publicado em 28/01/2021 às 06h52
Atualizado em 28/01/2021 às 10h33
Protesto de rodoviários em Vitória
Protesto de rodoviários em Vitória. Crédito: Reprodução/TV Gazeta

Atualização

28 de Janeiro de 2021 às 10:25

Após a publicação desta matéria, o Sindicato dos Rodoviários (Sindirodoviários) informou que a manifestação dos trabalhadores – que fez com que ônibus municipais de Vitória deixassem de circular no início da manhã desta quinta-feira (28) – terminou por volta das 10h. A informação foi atualizada no texto.

Os rodoviários que trabalham nos ônibus municipais de Vitória fizeram nesta quinta-feira (28) uma manifestação contra atraso de salários no sistema. Segundo o Sindicato dos Rodoviários (Sindirodoviários), nenhum ônibus "verdinho" circulou da madrugada até 10h, horário em que o movimento terminou e os coletivos voltaram a circular. O protesto atingiu as três empresas que operam o sistema municipal: Tabuazeiro, Grande Vitória e Unimar.

Categoria protesta contra atraso de salários
Rodoviários fazem manifestação em Vitória. Crédito: Ricardo Medeiros

Os rodoviários levaram os ônibus verdinhos para a frente da Prefeitura de Vitória, onde fecharam parcialmente o trânsito na avenida Beira-Mar, liberando apenas uma faixa. A manifestação gerou um congestionamento principalmente no sentido Enseada do Suá.

De acordo com o sindicato dos trabalhadores, duas das três empresas que operam o sistema estão com pagamentos atrasados. Segundo o Sindirodoviários, a Viação Tabuazeiro está com três salários e um adiantamento atrasados, além de parcelas de um acordo anterior que também não foram quitadas. Já a Viação Grande Vitória, segundo o sindicato, está com um adiantamento atrasado.

O QUE AFIRMAM AS EMPRESAS

É o segundo protesto do tipo em menos de uma semana. Na terça-feira (26), a categoria também bloqueou o trânsito na região. O Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Espírito Santo (Setpes), que representa as empresas do transporte público municipal, ainda não se posicionou nesta quinta.

Rodoviários fazem protesto em Vitória

Categoria protesta contra atraso de salários
Rodoviários fazem manifestação em Vitória. Ricardo Medeiros
Categoria protesta contra atraso de salários
Rodoviários fazem manifestação em Vitória. Ricardo Medeiros
Categoria protesta contra atraso de salários
Rodoviários fazem manifestação em Vitória. Ricardo Medeiros
Categoria protesta contra atraso de salários
Rodoviários fazem manifestação em Vitória. Ricardo Medeiros
Categoria protesta contra atraso de salários
Rodoviários fazem manifestação em Vitória. Ricardo Medeiros
Categoria protesta contra atraso de salários
Rodoviários fazem manifestação em Vitória. Ricardo Medeiros
Categoria protesta contra atraso de salários
Rodoviários fazem manifestação em Vitória. Ricardo Medeiros
Protesto de rodoviários em Vitória
Protesto de rov. Ricardo Medeiros/A Gazeta
Protesto de rov
Protesto de rov
Protesto de rov
Protesto de rov
Protesto de rov
Protesto de rov
Protesto de rov
Protesto de rov

Na terça, informou que duas empresas de ônibus do Sistema Municipal de Vitória estão "há um longo período enfrentando um momento de dificuldades no pagamento de salários e benefícios", mas não citou quais empresas eram e nem há quanto tempo o pagamento está em atraso.

O Setpes alegou ainda que as empresas operam 80% da frota de transporte de passageiros da Capital e que o sindicato, junto com as companhias, está "buscando o melhor caminho para que as atividades sejam retomadas sem maiores prejuízos para colaboradores e para a população".

A Prefeitura de Vitória foi demandada pela reportagem de A Gazeta, mas ainda não se manifestou sobre a manifestação. Em entrevista à TV Gazeta, um representante da administração disse que a Secretaria Municipal de Transportes, Trânsito e Infraestrutura Urbana (Setran) trabalha para que haja um diálogo entre a categoria e as empresas para os serviços voltarem a funcionar.

O representante ainda sugeriu que os trabalhadores montassem uma comissão para se reunir com a secretaria. Por volta das 9h, uma comissão de rodoviários foi para a secretaria para tentar negociar com as empresas de ônibus. Às 10h, lideranças do sindicato informaram que decidiram suspender o movimento até a próxima segunda-feira. Segundo os rodoviários, se os pagamentos não forem normalizados até lá, a paralisação vai voltar no sistema.

Vitória (ES) Mobilidade Urbana ônibus sindirodoviários

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.