ASSINE

Viação abre plano de demissão voluntária para rodoviários em Vila Velha

A forte queda na arrecadação por causa da pandemia do novo coronavírus no Espírito Santo e as dificuldades para manter suas atividades levaram a Viação Sanremo a tomar a medida. Segundo Sindirodoviários, 350 trabalhadores atuam na empresa

Publicado em 21/05/2020 às 12h36
Atualizado em 21/05/2020 às 12h54
Ônibus da Sanremo, de Vila Velha
Ônibus da Sanremo, de Vila Velha. Crédito: Fernando Madeira

Com uma queda forte na arrecadação por causa da pandemia do novo coronavírus no Espírito Santo e com dificuldades para manter suas atividades, a viação Sanremo, que opera os ônibus municipais de Vila Velha, abriu um plano de demissão voluntária para os rodoviários.

A reportagem de A Gazeta teve acesso ao comunicado enviado pela empresa aos trabalhadores. Nele, a viação afirma que o fluxo de caixa reduziu drasticamente levando as empresas a não conseguirem pagar salários e tíquete-alimentação. O texto ainda afirma que reduzir o quadro de funcionários é necessário "para que a empresa não venha a fechar as portas".

A Viação Sanremo foi procurada pela reportagem, através do Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Espírito Santo (Setpes). O sindicato patronal confirmou que a empresa abriu um processo de desligamento voluntário para os funcionários "visando prosseguir a manutenção de suas atividades essenciais". De acordo com o Setpes, decisão foi em comum acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado do Espírito Santo (Sindirodoviários).

O Sindirodoviários foi demandado pela reportagem e confirmou que foi procurado pela empresa, mas disse que ainda ficou de analisar a situação. Segundo informações de diretores do sindicato, 350 trabalhadores atuam na Sanremo. A viação não informou quantos funcionários pretende atingir com a medida e nem sobre os benefícios que esses rodoviários terão caso optem pela adesão ao plano.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.