ASSINE

Nível do rio sobe e deixa Castelo em estado de alerta

Cidade do Sul do Espírito Santo registrou o segundo maior volume de chuvas do Estado nas últimas 24 horas. Defesa Civil orienta que moradores peçam ajuda do órgão

Rede Gazeta
Publicado em 31/10/2020 às 13h42
Atualizado em 31/10/2020 às 13h49
Chuva elevou o nível do rio em dois metros acima do normal. Crédito: Internauta
Chuva elevou o nível do rio em dois metros acima do normal. Crédito: Internauta

Castelo, município do Sul do Espírito Santo, está em situação de alerta, de acordo com a Defesa Civil. Nas últimas 24 horas, o acumulado de chuvas foi o segundo maior do Estado e elevou o nível do rio em dois metros acima do normal. Desde a madrugada, o órgão monitora o munícipio e orienta os moradores da cidade.

Nível do rio sobe e deixa Castelo em estado de alerta

Nível do rio sobe e deixa Castelo em estado de alerta
undefined. Internautas
Nível do rio sobe e deixa Castelo em estado de alerta
undefined. Internautas
Nível do rio sobe e deixa Castelo em estado de alerta
undefined. Internautas
Nível do rio sobe e deixa Castelo em estado de alerta
undefined. Internautas
Nível do rio sobe e deixa Castelo em estado de alerta
undefined. Internautas
Nível do rio sobe e deixa Castelo em estado de alerta
undefined. Internautas
Nível do rio sobe e deixa Castelo em estado de alerta
undefined. Internautas
Nível do rio sobe e deixa Castelo em estado de alerta
undefined. Internautas
undefined
undefined
undefined
undefined
undefined
undefined
undefined
undefined

O índice de chuvas registrado foi de 106.24 mm, abaixo apenas de Vargem Alta, com 185.20 mm, segundo o monitoramento do Cemaden. A grande quantidade de chuvas e a elevação do nível do rio fez com que os moradores de Castelo ficassem apreensivos, temendo uma nova enchente. Muitos passaram a manhã de sábado (31) levantando os móveis e retirando os carros das garagens. A última inundação na cidade aconteceu em janeiro de 2020, há menos de nove meses, deixando cerca de 1.800 pessoas desabrigadas.

Cachoeira do município amanheceu com volume de água elevado

Mais cedo, foi registrado um grande volume de água na Cachoeira do Furlan, localizada no interior do município. Anderson Furlan, autor do vídeo e morador da região,  disse que o volume diminuiu, mas ainda continua muito forte, e ressalta que uma queda d'água dessa forma não era vista desde janeiro, quando a cidade foi atingida pela enchente. 

Orientações da Defesa Civil

De acordo com a Defesa Civil de Castelo, o nível do rio deve se estabilizar durante a tarde, mas o monitoramento continuará. A recomendação, no momento, é que os moradores das regiões na beira do rio entrem em contato com o órgão, através do telefone de plantão: 3542-1770.  Além disso, caso haja anomalias, como rachaduras e trincas nos imóveis, o morador deve abandonar o local. Em função do acúmulo de chuvas, a possibilidade de deslizamentos e movimentos de massa está classificada como moderada.

* Vinicius Zagoto é aluno do 23° Curso de Residência em Jornalismo da Rede Gazeta, sob supervisão da editora Joyce Meriguetti

A Gazeta integra o

Saiba mais
Castelo Chuva no ES alagamento castelo

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.