ASSINE

Mortes por Covid-19 no ES mais que dobram em julho

Mês terminou com média diária de seis mortes por complicações da doença; número de novos casos de Covid-19 também aumentou

Tempo de leitura: 2min
Vitória
Publicado em 01/08/2022 às 12h39

O número de mortes causadas pelo coronavírus cresceu pela segunda vez seguida no Espírito Santo. Em julho, foram divulgados 199 óbitos — um aumento de 131% em relação a junho, quando 86 vidas foram perdidas para a Covid-19.

A última vez em que houve queda de mortes em relação ao mês anterior foi em maio (18 óbitos, contra 55 de abril). Enquanto em maio a média de mortes era de uma a cada dois dias, agora são registradas seis diariamente. Os dados utilizados por A Gazeta se baseiam nas atualizações diárias do Painel Covid-19, feitas pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

Apesar dos números ainda retratarem o agravamento causado pela quinta onda da pandemia no histórico recente do Espírito Santo, o secretário Nésio Fernandes garantiu que o Estado já vive uma fase de recuperação desde o final da primeira quinzena de julho – confirmando a previsão feita ainda em maio.

Em pronunciamento realizado na tarde desta segunda-feira (1º), o secretário também disse que a expectativa é que a quantidade de vidas perdidas em agosto seja semelhante ou até menor que a registrada em junho deste ano, "consolidando a fase de recuperação" atual.

NOVAS INFECÇÕES

Com um comportamento semelhante aos óbitos, os casos de Covid-19 também aumentaram em julho. O mês terminou com 82.323 confirmações da doença — um crescimento de 22% em relação a junho, quando aproximadamente 67 mil infecções foram contabilizadas em território capixaba.

VACINAS

Na tentativa de frear o agravamento e a maior transmissão do coronavírus, a Secretaria de Estado da Saúde tem feito mutirões de vacinação contra a Covid-19, como o que aconteceu no último sábado (30), na maior parte dos municípios do Espírito Santo, com milhares de doses à disposição.

Atualmente, a quarta dose — ou segunda dose de reforço — já está disponível para quem 18 anos ou mais no Estado. Por sua vez, as crianças a partir de três anos podem ser imunizadas com a Coronavac desde meados de julho, conforme autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Atualização

1 de Agosto de 2022 às 16:44

À frente da Secretaria de Estado da Saúde, o secretário Nésio Fernandes comentou sobre o atual cenário da pandemia no Espírito Santo durante pronunciamento realizado na tarde desta segunda-feira (1º). O texto foi atualizado.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.