ASSINE

Mais de 55 mil pessoas no ES apresentaram sintomas gripais em maio

Pesquisa do IBGE mostra ainda que menos de 41% da população do Espírito Santo que apresentou sintomas gripais procurou por atendimento médico durante o mês de maio

Publicado em 24/06/2020 às 17h25
Atualizado em 24/06/2020 às 18h19
Nariz escorrendo é um dos sintomas do coronavírus
Nariz escorrendo é um dos sintomas do coronavírus. Crédito: Andrea Piacquadio/ Pexels

Durante o mês de maio, mais de 55 mil pessoas no Espírito Santo apresentaram quadro gripal. O número representa 9,3% da população capixaba. De acordo com uma pesquisa do IBGE, elas relataram ter tido sintomas como perda de olfato, palador ou tosse; febre e dificuldade para respirar; ou febre, tosse e dores no peito.

Do total de pessoas que apresentaram sintomas gripais no Espírito Santo, 22,5 mil foram a estabelecimento de saúde e outras 32,6 mil não buscaram ajuda médica. A preocupação se dá porque o quadro gripal é semelhante ao de quem contrai o novo coronavírus.

As informações fazem parte da primeira divulgação mensal da Pnad Covid-19, realizada pelo IBGE, realizada nesta quarta-feira (24). O levantamento é uma versão da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad-Contínua), realizada com apoio do Ministério da Saúde para identificar os impactos da pandemia no mercado de trabalho e quantificar as pessoas com sintomas associados à síndrome gripal.

De acordo com especialistas ouvidos por A Gazeta, o coronavírus e o vírus da influenza (gripe) têm como sintoma comum a febre alta, que não é apresentada no resfriado. A maior dificuldade é identificar quando o paciente tem a gripe influenza e quando se trata de coronavírus. 

"São vírus diferentes, mas causam síndromes gripais parecidas e que só conseguimos diferenciar fazendo os exames de sequenciamento genético do que está acometendo o trato respiratório do paciente. A diferença só se identifica com o exame", observa a infectologista Rúbia Miossi.

Mais de 46 mil residências, do total de 1,3 milhão de domicílios do Espírito Santo, tiveram ao menos um morador com sintomas gripais. Segundo o IBGE, em 14 mil desse total de lares com pessoas doentes havia pelo menos um idoso. 

Ainda de acordo com dados da Pnad Covid-19, ao todo, mais de 474 mil pessoas no Estado tiveram algum problema de saúde no mês de maio. Ou seja, 11,6% do total da população do Espírito Santo.

No Espírito Santo, apenas 1,3 milhão de pessoas tem plano de saúde médico. Outras 2,7 milhões contam unicamente com o sistema de saúde público.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.