ASSINE

Mais da metade da população adulta do ES já recebeu a 1ª dose da vacina

Apesar de o número ser positivo, Nésio Fernandes foi enfático sobre a necessidade de dar continuidade à vacinação. E reforçou: "Não temos imunidade de rebanho no Espírito Santo"

Tempo de leitura: 2min
Com o avanço da vacinação, pessoas de faixa etária mais avançada ficaram mais protegidas da Covid
Com o avanço da vacinação, pessoas de faixa etária mais avançada ficaram mais protegidas da Covid. Crédito: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Mais da metade da população adulta do Espírito Santo recebeu a primeira dose de alguma vacina contra a Covid-19 ou a dose única da Janssen até esta segunda-feira (5). A informação é do secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, divulgada durante pronunciamento on-line

 "O Estado tem 54% da população adulta vacinada com, pelo menos, a primeira dose das vacinas. Vamos consolidando uma posição de destaque entre os três melhores resultados do país na aplicação da D1 e D2", pontuou o secretário. 

Apesar de o número ser positivo, Nésio Fernandes foi enfático sobre a necessidade de dar continuidade à vacinação, tanto da ampliação da primeira dose quanto da necessidade da segunda dose, quando se tem a imunidade completa. 

"Não temos imunidade de rebanho no Espírito Santo. Reconhecemos a segurança e a imunidade pelas vacinas apenas. Devemos alcançar entre os meses de setembro e novembro uma cobertura satisfatória com duas doses para poder reconhecer um patamar que nos dê segurança de imunidade coletiva capaz de salvar vidas", ressaltou. 

CUIDADOS CONTINUAM

Dentro dessa realidade, o pedido do secretário de Saúde é pela continuidade dos cuidados sanitários e também para que os jovens colaborem com o distanciamento. 

"Temos que fazer um apelo aos adolescentes, aos adultos não vacinados e jovens para respeitar o uso das máscaras e o distanciamento, e não realizar atividades sociais que expõem pessoas que você gosta ao risco da doença. As mortes são evitáveis, já temos as vacinas e precisamos ter um pouco mais de paciência para o momento em que todos estivermos protegidos por elas", observou. 

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.