ASSINE

Grupo de pais protesta contra suspensão de aulas presenciais em Vitória

Em carreata na manhã deste domingo (22), manifestantes reclamaram da medida de segurança adotada pelo governo ao fechar escolas e manter bares abertos

Rede Gazeta
Publicado em 22/11/2020 às 11h56
Atualizado em 22/11/2020 às 17h02
Pais protestam contra suspensão das aulas presenciais no ES
Pais protestam contra suspensão das aulas presenciais no ES. Crédito: Internauta

Manifestantes realizaram uma carreata pelas ruas de Vitória neste domingo (22) contra as medidas de suspensão das aulas presenciais em escolas da Capital e outras quatro cidades, anunciadas pelo governador Renato Casagrande (PSB) na sexta-feira (20) durante a transmissão sobre o novo mapa de risco da Covid-19. O ato foi organizado pelas redes sociais em grupo formado por cerca de 500 pais. 

Pais e proprietários de escolas particulares reclamam que o bloqueio de atividades restringiu o setor educacional - que, segundo eles, respeita os protocolos de segurança determinados pelo governo -, mas que  não foi atrelado a outros setores comercias.

“Nós estamos a favor das aulas presenciais por justamente acreditarmos que, seguindo um protocolo, as escolas também são ambientes seguros”, relata a psicóloga Enislayne Simon, mãe de uma aluna de 4 anos.

Marineis Covre, 57 anos, relata que pais de alunos se organizam desde o início da pandemia em grupos nas redes sociais para o melhor cumprimento das medidas de proteção e volta dos alunos às aulas presenciais. “As escolas ficaram fechadas por mais de sete meses. Agora que voltou, vemos a alegria no rosto das crianças, mas já querem fechar novamente. Enquanto isso, bares e restaurantes permanecem abertos, não consigo entender”, comenta.

As escolas retornaram suas atividades em outubro após decreto do governo de medidas de proteção e segurança sanitária a serem tomadas pelas instituições, como distanciamento, uso de álcool gel e suspensão de atividades de educação física. No período, apenas duas cidades do interior estavam em estado moderado no mapa de risco da Covid-19. Desde que foi autorizada a retomada, a norma previa que só poderiam ter atividades presenciais as escolas situadas em municípios de risco baixo. 

Protesto de pais contra a suspensão das aulas presenciais em Vitória

Pais protestam contra suspensão das aulas presenciais no ES
Pais protestam contra suspensão das aulas presenciais no ES. Internauta
Pais protestam contra suspensão das aulas presenciais no ES
Pais protestam contra suspensão das aulas presenciais no ES. Internauta
Pais protestam contra suspensão das aulas presenciais no ES
Pais protestam contra suspensão das aulas presenciais no ES. Rubens Baroni
Pais protestam contra suspensão das aulas presenciais no ES
Pais protestam contra suspensão das aulas presenciais no ES. Marineis Covre
Pais protestam contra suspensão das aulas presenciais no ES
Pais protestam contra suspensão das aulas presenciais no ES. Fabiano Luiz
Pais protestam contra suspensão das aulas presenciais no ES
Pais protestam contra suspensão das aulas presenciais no ES
Pais protestam contra suspensão das aulas presenciais no ES
Pais protestam contra suspensão das aulas presenciais no ES
Pais protestam contra suspensão das aulas presenciais no ES

A carreata começou às 9h da manhã, com concentração na Praça do Papa. Por volta das 11h30, chegaram na Praça dos Namorados, em dispersão. A organização do evento relatou que aproximadamente 100 carros participaram do ato. A Guarda Civil não confirmou a quantidade de participantes.

O governo do Estado foi procurado, mas ainda não se manifestou sobre o protesto. Contudo, ao comentar sobre as medidas qualificadoras do novo mapa de risco, a secretária estadual de Gestão e Recursos Humanos, Lenise Loureiro, antecipa que, na próxima terça-feira (24), haverá uma reunião com representantes de escolas particulares e de professores para discutir a possibilidade de retomada da atividade presencial nas instituições situadas em municípios de risco moderado

* Israel Zuqui é aluno do 23º Curso de Residência em Jornalismo da Rede Gazeta e foi supervisionado pela editora Darshany Loyola.

Manifestação Escolas particulares Escolas Públicas

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.