ASSINE

Governo do ES inicia testagem de Covid-19 em casa; veja como identificar equipes

Profissionais de equipes epidemiológicas das 19 cidades escolhidas do Espírito Santo iniciaram as abordagens nas residências dos moradores de bairros sorteados. Primeira etapa da coleta vai até a próxima sexta-feira (15)

Publicado em 13/05/2020 às 11h26
Atualizado em 13/05/2020 às 12h51
Profissionais de saúde fazem testes por amostragem para saber qual a proporção de contaminados no Estado. O primeiro bairro de Vitória foi Jardim Camburi
Profissionais de saúde fazem testes por amostragem para saber qual a proporção de contaminados no Estado. O primeiro bairro de Vitória foi Jardim Camburi. Crédito: Ricardo Medeiros

Governo do Estado iniciou na manhã desta quarta-feira (13) a primeira das quatro etapas dos testes de Covid-19 em casa, necessários para o levantamento do inquérito sorológico sobre o novo coronavírus no Espírito Santo. A ação servirá de base para as novas estratégias no enfrentamento da doença, além de colaborar para o mapeamento epidemiológico mais detalhado do cenário atual.

Ao todo, 19 municípios capixabas foram selecionados para essa testagem inicial, incluindo a capital Vitória. A rodada inaugural da testagem será realizada até a próxima sexta-feira (15).

Na Serra, onde a Covid-19 já ultrapassou a marca dos mil casos, a testagem foi iniciada em 23 pontos de coletas distribuídos em 18 bairros. Em todas as cidades selecionadas, as localidades foram previamente selecionadas pelo governo do Estado, respeitando critérios e metodologia do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Os responsáveis pelos testes são agentes de saúde dos respectivos municípios, que estão identificados com crachá, um aparelho celular com uma proteção azul e com a identificação do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), além de utilizarem material de proteção de individual em cada abordagem.

TESTE RÁPIDO

O teste é rápido e a divulgação do resultado deve ocorrer em até 15 minutos. Para que seja realizado, o agente coletará uma amostra de sangue após um pequeno furo em um dos dedos da pessoa selecionada por sorteio. O resultado indicará se ela já teve contato ou não com o vírus da Covid-19, embora não signifique que esteja com a doença. Nos casos positivos, a pessoa é orientada a seguir em isolamento e os demais moradores da mesma residência também serão testados na sequência.

O secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, explicou a importância do inquérito sorológico e como ele ajudará no controle da doença no Espírito Santo.

"Utilizamos a tecnologia do IBGE para identificar setores censitários e garantimos aleatoriedade tanto na escolha dos endereços como dos moradores desses domicílios. No teste, o selecionado preencherá um termo de autorização para a coleta do material e serão garantidos os dados e sigilo dessas pessoas. Ao todo serão quatro ciclos de coleta de material nas residências. Esse inquérito servirá para identificar as pessoas que já tiveram algum tipo de contato com a doença para adotarmos as novas medidas em relação às estratégias no combate ao coronavírus", salientou o secretário.

SÍNDICA DE PRÉDIO FAZ TESTE

No bairro Jardim Camburi, em Vitória, a autônoma e síndica Lucimar Carvalho Miguel foi uma das primeiras pessoas testadas na Capital. Com o resultado já em mãos e negativo para a Covid-19, ela salientou a necessidade da abordagem e explicou que a coleta foi rápida e indolor.

Testes por amostragem para saber qual a proporção de contaminados no ES

Profissionais de saúde fazem testes por amostragem para saber qual a proporção de contaminados no Estado. O primeiro bairro de Vitória foi Jardim Camburi
Profissionais de saúde fazem testes por amostragem para saber qual a proporção de contaminados no Estado. O primeiro bairro de Vitória foi Jardim Camburi. Ricardo Medeiros
Profissionais de saúde fazem testes por amostragem para saber qual a proporção de contaminados no Estado. O primeiro bairro de Vitória foi Jardim Camburi
Profissionais de saúde fazem testes por amostragem para saber qual a proporção de contaminados no Estado. O primeiro bairro de Vitória foi Jardim Camburi. Ricardo Medeiros
Profissionais de saúde fazem testes por amostragem para saber qual a proporção de contaminados no Estado. O primeiro bairro de Vitória foi Jardim Camburi
Profissionais de saúde fazem testes por amostragem para saber qual a proporção de contaminados no Estado. O primeiro bairro de Vitória foi Jardim Camburi. Ricardo Medeiros
Profissionais de saúde fazem testes por amostragem para saber qual a proporção de contaminados no Estado. O primeiro bairro de Vitória foi Jardim Camburi
Profissionais de saúde fazem testes por amostragem para saber qual a proporção de contaminados no Estado. O primeiro bairro de Vitória foi Jardim Camburi. Ricardo Medeiros
Profissionais de saúde fazem testes por amostragem para saber qual a proporção de contaminados no Estado. O primeiro bairro de Vitória foi Jardim Camburi
Profissionais de saúde fazem testes por amostragem para saber qual a proporção de contaminados no Estado. O primeiro bairro de Vitória foi Jardim Camburi. Ricardo Medeiros
Profissionais de saúde fazem testes por amostragem para saber qual a proporção de contaminados no Estado. O primeiro bairro de Vitória foi Jardim Camburi
Profissionais de saúde fazem testes por amostragem para saber qual a proporção de contaminados no Estado. O primeiro bairro de Vitória foi Jardim Camburi. Ricardo Medeiros
Profissionais de saúde fazem testes por amostragem para saber qual a proporção de contaminados no Estado. O primeiro bairro de Vitória foi Jardim Camburi
Profissionais de saúde fazem testes por amostragem para saber qual a proporção de contaminados no Estado. O primeiro bairro de Vitória foi Jardim Camburi
Profissionais de saúde fazem testes por amostragem para saber qual a proporção de contaminados no Estado. O primeiro bairro de Vitória foi Jardim Camburi
Profissionais de saúde fazem testes por amostragem para saber qual a proporção de contaminados no Estado. O primeiro bairro de Vitória foi Jardim Camburi
Profissionais de saúde fazem testes por amostragem para saber qual a proporção de contaminados no Estado. O primeiro bairro de Vitória foi Jardim Camburi
Profissionais de saúde fazem testes por amostragem para saber qual a proporção de contaminados no Estado. O primeiro bairro de Vitória foi Jardim Camburi

"Sou síndica do meu prédio aqui na Rua Theófilo Costa e fui abordada pela equipe de agentes. Eles me perguntaram se eu poderia ser testada, prontamente aceitei, coletaram uma pequena amostra de sangue após um furinho no dedo e depois divulgaram o resultado quando já estávamos em minha casa. Foi muito rápido e felizmente não tive contato com a doença, mas ressalto a importância desse teste para enfrentar esse coronavírus. Todos aqui no prédio queriam ser testados, mas sabemos que eles têm uma metodologia própria", contou a moradora.

CRONOGRAMA DO INQUÉRITO SOROLÓGICO

  • Etapa 1
    Dias: 13, 14 e 15 de maio
    Municípios: Afonso Cláudio, Alegre, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Colatina, Linhares, Nova Venécia, São Mateus, Serra, Vila Velha, Vitória, Aracruz, Barra de São Francisco, Castelo, Guaçuí, Guarapari, Pedro Canário, São Gabriel da Palha e Venda Nova do Imigrante.
  • Etapa 2
    Data: 27, 28 e 29 de maio
    Municípios: Afonso Cláudio, Alegre, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Colatina, Linhares, Nova Venécia, São Mateus, Serra, Vila Velha, Vitória, Baixo Guandu, Conceição da Barra, Ecoporanga, Iúna, Marataízes, Santa Maria de Jetibá, Sooretama e Viana
  • Etapa 3
    Data: 8, 9 e 10 de junho
    Municípios: Afonso Cláudio, Alegre, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Colatina, Linhares, Nova Venécia, São Mateus, Serra, Vila Velha, Vitória, Aracruz, Barra de São Francisco, Castelo, Guaçuí, Guarapari, Pedro Canário, São Gabriel da Palha e Venda Nova do Imigrante.
  • Etapa 4
    Data: 22, 23 e 24 de junho
    Municípios: Afonso Cláudio, Alegre, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Colatina, Linhares, Nova Venécia, São Mateus, Serra, Vila Velha, Vitória, Baixo Guandu, Conceição da Barra, Ecoporanga, Iúna, Marataízes, Santa Maria de Jetibá, Sooretama e Viana.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.