ASSINE

Covid-19: ES libera vacina para maiores de 12 anos sem comorbidades

Anúncio foi feito pelo secretário estadual de Saúde, Nésio Fernandes, pelo Twitter. Objetivo do Estado é terminar o ano com toda a população com mais de 12 anos totalmente vacinada

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 20/09/2021 às 11h08
Vacinação de pessoas a partir dos 18 anos em Colatina
Agendamentos devem começar a ser feitos a partir desta segunda-feira. Crédito: Reprodução | TV Gazeta Noroeste

Espírito Santo dará início a partir desta segunda-feira (20) à vacinação de adolescentes entre 12 e 17 anos que não possuem comorbidades. O anúncio foi feito pelo secretário estadual de Saúde, Nésio Fernandes, pelo Twitter. Na semana passada, Nésio já havia destacado que o Estado vai manter a vacinação, após uma nota do Ministério da Saúde recomendando a suspensão da vacinação em adolescentes.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), órgão que regulamenta o uso ou não dos imunizantes, já autorizou que doses da fabricante Pfizer possam ser utilizadas em crianças e adolescentes. A Organização Mundial da Saúde (OMS) também recomenda a imunização dos mais jovens.

A nota técnica do Ministério da Saúde recomendava a vacinação apenas para adolescentes entre 12 e 17 anos que tinham deficiência permanente, comorbidades ou que estejam privados de liberdade. Esse público já está sendo vacinado no Estado.

As empresas Pfizer e BioNThech anunciaram, nesta segunda-feira (20), que a vacina produzida por elas contra a Covid-19 é segura e induziu uma resposta imune "robusta" em crianças de 5 e 11 anos. As crianças dessa faixa etária recebem uma quantidade menor da vacina, com duas doses de 10 µg (microgramas), em um intervalo de 21 dias. Já adolescentes com mais de 12 anos, a dose é de 30 µg.

No sábado (18), o Estado recebeu a primeira remessa de 200 mil doses de Coronavac, compradas com recursos estaduais, sem intermediação do Ministério da Saúde. Essas doses, segundo o governo estadual, serão destinadas ao público adulto, de forma que "libere" mais doses de Pfizer para a terceira dose dos mais idosos, com mais de 70 anos, e para os adolescentes.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.