ASSINE

Com menos doses, veja como fica a vacinação na Grande Vitória em julho

Com a previsão de receber do Ministério da Saúde menos doses da vacina contra a Covid-19 do que o esperado para o mês, as prefeituras pretendem reforçar a aplicação da segunda dose a fim de não diminuir o ritmo da imunização

Publicado em 16/07/2021 às 10h32
Vacina Covid-19
Vacina contra a Covid-19. . Crédito: Carlos Alberto Silva

Com a previsão de receber do Ministério da Saúde menos doses da vacina contra a Covid-19 do que o esperado para o mês de julho, as prefeituras da Grande Vitória pretendem reforçar a aplicação da segunda dose a fim de não diminuir o ritmo da imunização.

Segundo o Secretário Estadual de Saúde, Nésio Fernandes, inicialmente estavam previstas 1,2 milhão de doses para o Espírito Santo. No entanto, agora, a projeção é de 800 mil doses até o final do mês.

Para avançar em outra faixa etária de imunização, o município precisa atingir a cobertura vacinal de 80% do público que está sendo vacinado no momento com a primeira dose do imunizante.

Em Guarapari, município que já vacina a população acima dos 28 anos sem comorbidades, a prefeitura informou por meio de nota que, devido ao baixo quantitativo de novas doses esperadas, vai concentrar a imunização contra a Covid-19 na aplicação da segunda dose, seja da Astrazeneca ou da Pfizer.

VILA VELHA 

O município de Vila Velha, que já começou a vacinação do público com mais de 30 anos sem comorbidades, atingiu a cobertura vacinal de 62% deste público. Para avançar na ampliação do público, a Secretaria de Saúde informou que vai aguardar doses dos imunizantes do Governo do Estado.

A secretaria informou ainda que a segunda dose da vacinação da Pfizer deve começar no dia 10 de agosto, respeitando o intervalo de aplicação de 84 dias, como é recomendado pelo Ministério da Saúde.

O município não informou quantas pessoas aguardam a segunda dose da Astrazeneca, mas destacou que as vagas para o agendamento para esse público estão sendo abertas de acordo com o quantitativo aplicado no intervalo de 70 a 84 dias. Além disso, a secretaria realiza busca ativa dos pacientes com doses atrasadas.

VITÓRIA 

Na capital, as pessoas com mais de 30 anos sem comorbidades também estão sendo vacinadas. Até o momento, o município atingiu 57% da cobertura vacinal deste público.

Segundo a Secretaria de Saúde de Vitória, o intervalo da aplicação da segunda dose da vacina da Pfizer começa a vencer a partir do dia 28 de julho. “No momento oportuno e mediante o recebimento de doses será aberto o agendamento para a aplicação da segunda dose”, informou a pasta por meio de nota.

A Prefeitura também informou que a oferta da segunda dose do imunizante Astrazeneca está dentro do período recomendado e novos agendamentos serão abertos, conforme o intervalo de 10 semanas autorizado pela Secretaria Estadual de Saúde.

CARIACICA

Em Cariacica, o município ampliou a vacinação para o público acima de 30 anos sem comorbidades, mas de forma fracionada. No momento, a imunização acontece para as pessoas que têm 33 anos, e, por isso, não tem como precisar a cobertura vacinal deste público.

Segundo a Secretaria de Saúde do município, o início da aplicação da segunda dose da da Pfizer está previsto para o dia 12 de agosto, respeitando o intervalo de 84 dias. A pasta informou ainda que 2.726 pessoas estão com a segunda dose da vacina Astrazeneca atrasada, mas novos agendamentos ainda estão sendo abertos.

SERRA

Na Serra, a vacinação do grupo de 35 a 39 anos sem comorbidades alcançou a cobertura vacinal de 66% desta faixa etária. No momento, a Secretária Municipal de Saúde abriu vagas de agendamento da vacina contra a Covid-19 para pessoas com 34 anos.

Quanto à aplicação da segunda dose da vacina da Pfizer, a previsão do município é que tenha início a partir do dia 10 de agosto. Segundo nota da prefeitura, o município vai abrir vagas para agendamento da segunda dose da vacinação a medida que receber novas doses.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.