ASSINE

Com intervalo de 24 horas, casal morre de coronavírus em Colatina

Aos 66 anos, Maria de Fátima faleceu na última quinta-feira (25). Um dia depois, José Eugênio, de 69 anos, também morreu. O casal tinha  11 filhos, 24 netos e três bisnetos

Colatina / Rede Gazeta
Publicado em 28/03/2021 às 14h56
Atualizado em 28/03/2021 às 14h56
José Anastácio Eugênio e Maria de Fátima Correa moravam em Colatina
José Anastácio Eugênio e Maria de Fátima Correa moravam em Colatina . Crédito: Acervo Familiar

Moradores de Colatina, no Noroeste do Estado, José Anastácio Eugênio e Maria de Fátima Correa Eugênio completaram recentemente 47 anos de casados. Dessa união, nasceram 11 filhos, 24 netos e 3 bisnetos. Mas o amor de Dona Maria ultrapassava os limites da família, ela adorava ajudar vizinhos e amigos a cuidar dos seus filhos.

Esse perfil afetuoso fez o casal ser muito querido e reconhecido no bairro São Marcos. Mas, em 24 horas, a família, os amigos e vizinhos perderam essas duas referências de carinho. Internados devido ao coronavírus, o casal morreu em função de complicações da doença.

Aos 66 anos, Maria de Fátima faleceu na última quinta-feira (25). Um dia depois, José Eugênio, de 69 anos, também morreu. Eles estavam internados no Hospital Estadual Sílvio Avidos, no mesmo município.

Com intervalo de 24 horas, casal morre de Covid-19 em Colatina
Com intervalo de 24 horas, casal morre de Covid-19 em Colatina . Crédito: Acervo Familiar

Segundo familiares, o marido testou positivo no último dia 17 de março. No dia seguinte, Maria de Fátima também teve o diagnóstico para a Covid-19. Eles começaram a se recuperar em casa, mas apresentaram agravamento dos sintomas e foram encaminhados para o hospital, onde acabaram perdendo a batalha para a doença.  

HISTÓRIA DE LUTA E AMOR PELA FAMÍLIA

Mineiro de nascimento, o casal se mudou para Colatina quando tinha apenas cinco anos de casamento. Com os pais, vieram os dois primeiros filhos. A mais velha, Neyla Aparecida Correa Eugênio, lembra da história de luta dos pais. “Eles foram ferreiros, criaram 11 filhos com muito sacrifício, mas nunca faltou amor para todos da família”, relembra.

O casal adorava cuidar dos netos
O casal adorava cuidar dos netos . Crédito: Acervo Familiar

Após criar os 11 filhos, Dona Maria continuava mostrando seu amor por crianças e ainda ajudava a cuidar dos netos. Mas esse afeto não se restringia aos familiares, Neyla lembra de uma característica muito especial da mãe. “Minha mãe apesar da idade adorava crianças e pegava muitas para tomar conta. Ela tinha muitos amigos e onde a gente vai, as pessoas perguntam se somos filhos de Dona Maria e do Seu José Eugênio”, conta com orgulho.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais
Colatina Espírito Santo Coronavírus Coronavírus no ES Covid-19 colatina espírito santo ES Norte Pandemia

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.