ASSINE

Cachoeiro: vereadores querem que desconto de IPTU seja de 90%

IPTU foi tema de audiência pública nesta segunda (21); o presidente da Câmara, Brás Zagotto, pediu ao prefeito que o desconto para pagamento à vista seja aumentado de 80% para 90%

Cachoeiro de Itapemirim / Rede Gazeta
Publicado em 21/06/2021 às 21h06
Audiência pública na Câmara de Cachoeiro
Audiência pública na Câmara de Cachoeiro . Crédito: Divulgação/ CMCI

Três semanas após serem disponibilizados os boletos de cobrança do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) em Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Espírito Santo, o assunto continua gerando polêmica por conta dos reajustes, que elevaram em até 800% do valor do tributo. Nesta segunda-feira (21), uma audiência pública discutiu o assunto na Câmara de Vereadores do município e o presidente, vereador Brás Zagotto (PV), sugeriu que o desconto no boleto dos contribuintes seja de 90%.

Antes da audiência pública na Câmara, durante a manhã, o prefeito Victor Coelho (PSB) e um grupo de vereadores da Comissão Especial da Câmara de Cachoeiro, criada para apurar todos os fatos que levaram ao aumento na cobrança, foram até o Tribunal de Contas do Espírito Santo para debater o assunto.

Para o presidente da Casa de Leis, Brás Zagotto, o TCE acenou com uma luz no fim do túnel, pois o conselheiro afirmou que o Executivo e a Câmara têm poder de debater sobre os valores do desconto. Por isso, pediu ao prefeito que o desconto para pagamento à vista seja aumentado de 80% para 90% e que o percentual do pagamento parcelado seja maior que 40%.

A audiência contou com a participação de grupos sindicais, movimentos populares, do ex-prefeito da cidade Carlos Casteglione e da ex-vereadora Renata Fiório (PSD).

secretário municipal de Fazenda, Márcio Guedes voltou à tribuna para dar explicações sobre o processo de recadastramento. Disse que do total de imóveis do município, cerca de 2,5 mil tiveram valor de reajustamento acima de 500%. “Novos boletos com os valores anunciados pelo prefeito devem ser gerados no início de agosto, para primeira parcela no 15 de setembro”, afirmou.

Vista aérea de Cachoeiro de Itpemirim
Vista aérea de Cachoeiro de Itpemirim. Crédito: Reprodução/PMCI

Com o possível desconto no imposto deste ano, outro fator — a Planta Genérica de Valores (base de dados que também prevê aumento no valor do IPTU) — será reestudada com vereadores para ser cobrada em 2021.

DESCONTO NA COTA ÚNICA

Na semana passada, o prefeito Victor Coelho (PSB) divulgou que vai encaminhar nos próximos dias à câmara um projeto de lei que propõe, entre outros pontos, um desconto de 80% no valor do IPTU deste ano se pago em cota única.

A prefeitura argumenta que o aumento do valor aconteceu por conta do cumprimento de uma determinação do Tribunal de Contas do Espírito Santo, que pediu um recadastramento imobiliário na cidade. O levantamento, que não era realizado há quase duas décadas, e a taxa do lixo geraram a diferença no valor do IPTU deste ano.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.