ASSINE

Prorrogado prazo de vacinação contra a febre aftosa para 800 mil animais ES

Objetivo da medida é evitar aglomerações nas revendas de vacina e nos escritórios do Idaf, no caso de comprovações que precisem ser realizadas presencialmente

Publicado em 31/05/2021 às 15h48
Rebanhos de bovinos e bubalinos devem ser vacinados contra a febre aftosa
Rebanhos de bovinos e bubalinos devem ser vacinados contra a febre aftosa. Crédito: Wnderson Araujo/CNA/Trilux

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) autorizou a prorrogação da primeira etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa no Espírito Santo após solicitação do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf) em consenso com representantes dos produtores rurais.

O objetivo da medida é evitar aglomerações nas revendas de vacina e nos escritórios do Idaf (para comprovações que precisem ser realizadas presencialmente). No Espírito Santo, deverão ser vacinados 800 mil bovinos e bubalinos na faixa etária de até 24 meses.

Com isso, a etapa que terminaria nesta segunda-feira (31) foi prorrogada até o dia 15 de junho, data limite para aquisição de vacina e vacinação dos animais; e até o dia 25 de junho para comprovação da imunização, que deve ser feita, preferencialmente, por meio eletrônico. 

A Superintendência Federal de Agricultura no ES reforçou o alerta aos produtores de que o Estado é livre de febre aftosa com vacinação e, nessa condição, é obrigatório manter em dia a imunização de todo o rebanho, em cumprimento às normas internacionais.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.