ASSINE

Produção de café arábica no ES cresceu 41,9% em 2020, aponta IBGE

No ano passado foram colhidas 225.690 toneladas dos grãos no Estado. A bienalidade positiva ajudou no resultado capixaba

Vitória
Publicado em 13/01/2021 às 12h46
Pé de café arábica.
Produção de café arábica cresceu no Espírito Santo. Crédito: Roberto Barros/Divulgação

A produção de café arábica no Espírito Santo cresceu 41,9% em 2020. A safra foi influenciada, principalmente, pela bienalidade positiva dos grãos capixabas, que estão entre os mais saborosos do mundo.

De acordo com o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSP), divulgado nesta quarta (13) pelo IBGE, no ano passado foram colhidas 225.690 toneladas de arábica no Estado, enquanto em 2019 a panha foi de 151.352 toneladas.

Ainda de acordo com o IBGE, a safra de todos os grãos produzidos no Estado teve um aumento de 2,54%, em 2020 em relação a 2019, o que resultou em uma produção total do agronegócio capixaba de 4,19 milhões de toneladas. A produção anual anterior foi de 4,09 milhões de toneladas. 

O arábica teve crescimento de produção devido a alta na sua produtividade, que passou de 1.249 quilos por hectare (kg/ha), em 2019, para 1.833 kg/ha, em 2020. Um aumento de 46,8% por hectare de terra colhido.

Por outro lado, o conilon teve desempenho negativo. A produção passou de 637.454 toneladas, em 2019, para 561.938, no ano passado, o que representou uma queda de 11,8%. A produtividade por hectare caiu 13,1%, passando de 2.472 kg/ha, em 2019, para 2.147 kg/ha, em 2020.

Além do café arábica, a produção capixaba de mandioca/aipim (8,8%), laranja (8,8%), uva (5,1%), cana-de-açúcar (4%), banana (3%), cacau (2,7%), milho na 1ª e 2ª safra (3,6% e 0,8%) também teve aumento em 2020. Já as

Por outro lado registraram queda na produção as safras de tomate (-11,7%), arroz (-3,7%), feijão 1ª e 2ª safra (-1,7% e -0,5%) e batata inglesa (-0,3%).

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.