Petrobras aumenta preço do gás de cozinha em 6% a partir desta quinta (7)

No Espírito Santo, o preço da botija subiu  13,7% em 2020 por causa das altas nos preços do barril de petróleo no mercado internaciona

Publicado em 07/01/2021 às 07h51
Atualizado em 07/01/2021 às 12h00
Botijas de gás de cozinha
Gás de cozinha, que já estava mais caro, vai subir mais. Crédito: Carlos Alberto Silva

Petrobras aplica, a partir desta quinta-feira (7), o primeiro aumento do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) este ano, da ordem de 6%, depois de ter reajustado em 5% em 3 de dezembro. 

A alta afeta tanto o GLP 13 Kg, o chamado gás de cozinha, que será vendido nas refinarias a R$ 35,98 o botijão, correspondente a 46% do preço total, quanto o GLP a granel, utilizado por indústrias, comércio, condomínios, academias, entre outros.

O novo aumento segue o cenário alta do preço do petróleo no mercado internacional, que nesta quarta-feira fechou cotado a US$ 54,30 o barril do tipo Brent. Em 2020, a alta do GLP nas refinarias foi de 21,9%. Para o consumidor o preço também subiu bastante.

GÁS FICOU 13,7% MAIS CARO EM 2020 PARA O CONSUMIDOR DO ES

Dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) apontam que, no Espírito Santo, a botija de GLP ficou 13,70% mais cara em 2020.

Em janeiro do ano passado, o preço médio do gás estava em R$ 65,60. Já no final de dezembro, a média era de R$ 74,59. O preço mínimo encontrado na pesquisa foi de R$ 70 e o máximo chega a R$ 80.

Segundo a Petrobras, os preços de GLP praticados "seguem a dinâmica de commodities em economias abertas, tendo como referência o preço de paridade de importação, formado pelo valor do produto no mercado internacional, mais os custos que importadores teriam, como frete de navios, taxas portuárias e demais custos internos de transporte para cada ponto de fornecimento".

A estatal também lembrou que o preço é influenciado pela taxa de câmbio, em alta em 2020.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.