ASSINE

Sejus do ES abre seleção com 200 vagas para inspetor penitenciário

São 144 chances para candidatos do sexo masculino e 56 para o sexo feminino. Os selecionados vão atuar nas unidades prisionais nos municípios das regiões da Grande Vitória, Noroeste, Norte e Sul

Inspetor penitenciário da Secretaria de Justiça do Espírito Santo
Inspetor penitenciário da Secretaria de Justiça do Espírito Santo. Crédito: Divulgação/Sejus

Secretaria de Estado de Justiça do Espírito Santo (Sejus) vai abrir processo seletivo simplificado para contratar 200 inspetores penitenciários, além da formação de cadastro de reserva. São 144 chances para candidatos do sexo masculino e 56 para o sexo feminino. Os selecionados vão atuar nas unidades prisionais nos municípios das regiões da Grande Vitória, Noroeste, Norte e Sul.

A remuneração é de R$ 2.988,13, mais vale refeição no valor de R$ 300. A jornada de trabalho será em regime de plantão, escala 12x36 ou em horário de expediente de 8 diárias totalizando 40 horas semanais, de acordo com a necessidade da administração penitenciária.

Os candidatos precisam ter o ensino médio ou profissionalizante; carteira de habilitação categoria B ou superior; idade mínima de 18 anos completos na data do encerramento da inscrição e aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo comprovada através do Atestado de Saúde Ocupacional (ASO).

Também é preciso apresentar certidões negativas de antecedentes criminais da Justiça Federal, da Justiça Estadual, da Justiça Eleitoral e, quando for o caso, da Justiça Militar Estadual do município ou da jurisdição onde morou nos últimos cinco anos, expedidas, no máximo, há seis meses.

As inscrições poderão ser feitas das 9 horas do dia 14 de junho até as 18 horas de 21 de junho de 2021, no endereço eletrônico www.selecao.es.gov.br.

A seleção contará com quatro fases. Na primeira, haverá inscrição e qualificação, de caráter classificatório e eliminatório, enquanto que a segunda contará com entrega de documentação comprobatória referente a qualificação profissional, conforme convocação, de caráter eliminatório.

Já a terceira etapa terá entrega de documentação referente a comprovação de idoneidade e conduta ilibada na vida pública e na vida privada, conforme convocação, de caráter eliminatório; e a quarta de entrega de documentação para assinatura de contrato, conforme convocação, de caráter eliminatório.

Os contratos terão duração de 12 meses, podendo ser prorrogados.

SAIBA MAIS

Distribuição das vagas

Grande Vitória e Aracruz

  • Aracruz, Serra, Cariacica, Vila Velha, Viana e Guarapari
  • Homens: 75
  • Mulheres: 25

Noroeste

  • Barra de São Francisco 
  • Homens: 3 
  • Mulher: 1 
  • São Domingos do Norte
  • Homens: 3 
  • Mulher: 1 
  • Colatina
  • Homens: 16
  • Mulheres: 9 

Norte

  • São Mateus 
  • Homens: 14 
  • Mulheres: 5 
  • Linhares
  • Homens: 14 
  • Mulheres: 5

Sul

  • Marataízes 
  • Homens: 3
  • Mulher: 1 
  • Cachoeiro de Itapemirim
  • Homens:16 
  • Mulheres: 9 

Descrições das atividades

  • Proteger pessoas e bens no âmbito da atividade penitenciária;
  • Preservar a ordem, repelindo a violência, no âmbito da atividade penitenciária; 
  • Desempenhar atividades de segurança e vigilância interna dos estabelecimentos prisionais;
  • Exercer atividades de movimentação e vigilância de presos na área interna da unidade e externa por ocasião do comparecimento aos juizados, redes hospitalares de assistência médica e odontológica;
  • Realizar buscas periódicas nas celas e em qualquer área do complexo penitenciário;
  • Realizar revistas nos presos; realizar revistas pessoais nas visitas dos presos e em qualquer pessoa que adentre as unidades prisionais, observando os aspectos legais;
  • Obedecer às ordens superiores, exceto quando manifestamente ilegais; vistoriar todo e qualquer veículo que entre ou saia dos estabelecimentos prisionais;
  • Desempenhar atividades de caráter administrativo de identificação e registro de informações relativas a presos;
  • Auxiliar na movimentação dos detentos/presos para entrada e saída das salas de aula;
  • Manter as disciplinas nos espaços educacionais;
  • Organizar os horários e deslocamentos para idas aos banheiros e/ou para beber água, durante o horário de atividade escolar;
  • Realizar outras atribuições correlatas.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.