ASSINE

Sai edital da Sefaz com 50 vagas de auditor do ES; salário é de R$ 12 mil

Além das oportunidades iniciais, haverá formação de cadastro de reserva com 100 postos; inscrições poderão ser feitas de 31 de maio a 5 de julho

Agência da Receita Estadual em Vitória
Receita Estadual do ES vai ganhar reforço no quadro de auditores. Crédito: Divulgação/Sefaz

A Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) publicou nesta quinta-feira (27) o edital de abertura do concurso público para auditor fiscal da Receita Estadual.

A oferta é de 50 vagas imediatas, além da formação de cadastro de reserva com 100 postos. A remuneração inicial do cargo é de R$ 12.492,19, para carga horária de 40 horas semanais. As oportunidades são para candidatos que tenham nível superior em qualquer área.

Os interessados poderão se inscrever de 31 de maio a 5 de julho de 2021, no site da FGV. A taxa de participação é de R$ 87. O pagamento deve ser feito até as 16 horas do dia 6 de julho.

Terão direito à isenção os candidatos que comprovarem hipossuficiência econômica (inscritos no CadÚnico e membro de família de baixa renda); eleitores convocados e nomeados, pela Justiça Eleitoral, que prestaram serviços nas eleições político partidárias; e que se declare isento de declarar Imposto de Renda. A solicitação pode ser feita entre às 16h do dia 31 de maio até as 16 horas de 2 de junho de 2021, no site da inscrição.

O concurso contará com prova objetiva e discursiva, ambas de caráter eliminatório e classificatório, além de avaliação de títulos, de caráter classificatório. Os exames estão marcados para o dia 29 de agosto de 2021, em dois horários. 

Pela manhã, das 8 as 12h, serão aplicadas as provas de conhecimentos específicos, enquanto que de tarde, das 14h30 as 19h, as de conhecimentos básicos. Os inscritos farão provas em Vitória.

O prazo de validade do concurso será de dois anos, podendo ser prorrogado pelo mesmo período, a critério do governo do Estado. 

COMO SERÁ A PROVA

  • Haverá prova objetiva e redação, além de etapa de títulos.
  • A prova objetiva contará com 110 questões, sendo 50 de conhecimentos gerais (peso 1) e 60 de conhecimentos específicos (peso 2). A divisão será a seguinte:
  • Conhecimentos Gerais - 50 questões com peso 1:
  • Língua Portuguesa - dez questões (dez pontos)
  • Raciocínio Lógico e Matemática Financeira - seis questões (seis pontos)
  • Direito Empresarial - seis questões (seis pontos)
  • Direito Constitucional - cinco questões (cinco pontos)
  • Direito Administrativo - seis questões (seis pontos)
  • Direito Civil e Penal - seis questões (seis pontos)
  • Contabilidade Geral - dez questões (dez pontos)
  • Conhecimentos Específicos - 60 questões com peso 2
  • Direito Tributário - 15 questões (30 pontos)
  • Legislação Tributária do Espírito Santo - 15 questões (30 pontos)
  • Contabilidade Avançada e de Custos - dez questões (20 pontos)
  • Tecnologia da Informação aplicada à Auditoria Tributária - dez questões (20 pontos)
  • Auditoria Tributária - dez questões (20 pontos)
  • Também haverá redação do estilo dissertativa-argumentativa.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.