ASSINE

Legado: qual impacto você tem causado na vida das pessoas?

Deixamos marcas por onde passamos. Quais marcas você quer deixar?

Vitória
Publicado em 23/06/2021 às 01h59
Guilherme Machado, Francisco Rocha e Francis Rocha
Juntamente com seu filho Francis Rocha (à esq.), Francisco Rocha (centro) sabia que o trabalho no mercado imobiliário não se limitava à venda de pilhas de tijolos com argamassa. Na foto, Guilherme Machado (à dir.) ao lado de figuras que o inspiram. Crédito: Arquivo Pessoal

Um dos significados de legado está relacionado a tudo aquilo que deixamos. Aquilo que segue transmitido de geração a geração. Aquilo que perpetua no tempo.

Todos nós deixamos um legado. Nossas ações. Realizações. Vitórias. Fracassos. Tudo que nos ocorre contribui de alguma forma com o nosso legado.

O Espírito Santo se despediu de uma das suas grandes referências do mercado imobiliário capixaba, o empresário Francisco Rocha, fundador da Francisco Rocha Imóveis.

Tive a honra de trabalhar com Francisco por mais de uma década. Na sua imobiliária teve início o meu amor pelo mercado imobiliário. Corretor. Gerente. Diretor. Sócio de Francisco. Proprietário da Francisco Rocha Imóveis.

Grande parte do que sou e da minha formação profissional no mercado imobiliário, se deve a minha jornada na Francisco Rocha Imóveis. Mais do que isso, se hoje sou considerado uma referência, Francisco faz parte disso.

Ele esteve no começo. Foi parte da minha força. Foi ponte para o meu desenvolvimento, para a minha confiança, para a motivação para seguir e buscar a realização do meu sonho. Foi a porta aberta para o mercado imobiliário.

Tomo a liberdade e aproveito deste espaço para fazer a minha homenagem. Registrar a minha admiração por Francisco Rocha. Somar na solidariedade aos familiares, amigos, colegas, colaboradores... Todos aqueles que conviveram com este grande homem.

Francisco foi um grande líder. Deixa um legado de competência, inovação e sobretudo, um legado de amor para o mercado imobiliário do Espírito Santo. É certo que seu legado se perpetuará no tempo.

E sobre isso, ao pensar na efemeridade da vida, observo: Quais marcas tenho deixado? Qual será o meu legado?

Guilherme Machado e Francisco Rocha
Guilherme Machado ao lado de Francisco Rocha. Para Guilherme, os ensinamentos de Francisco ficaram enraizados. Crédito: Arquivo Pessoal

Legado não é algo limitado a nós. Ele alcança todos aqueles que nos acompanham, que acreditam na nossa verdade, nos nossos ensinamentos, na nossa forma de pensar e sobretudo, agir.

Reflito sobre os meus aprendizados com Francisco. Juntamente com seu filho Francis Rocha, Francisco sabia que o nosso negócio não se limitava à venda de pilhas de tijolos com argamassa. Isso ficou enraizado em mim.

Os meus aprendizados com Francisco abriram uma porta sem precedente. Um desejo permanente de evolução. Uma constante necessidade de avanço nos estudos das diferentes ciências relacionadas a venda e sobretudo, o comportamento humano.

Materializo isso no meu esforço para construção do meu legado. A materialização do meu conhecimento numa metodologia de vendas e marketing, específica para o mercado imobiliário, a Metodologia QR (Quebre as Regras).

Na Metodologia QR o conhecimento não é sobre o serviço. Não é sobre vendas. Não é sobre imóveis. Na Metodologia QR o conhecimento é sobre gente!

Ampliamos o olhar. Consideramos que vender um imóvel é falar sobre gente. O imóvel não é o fim. O imóvel é o meio. É ele que resolve o problema. De quem? De gente!

Na Metodologia QR falamos sobre “entender para atender”. Essa é a essência. Entender “aquilo que esta por trás” da fala de um cliente. Por que ele deseja determinado imóvel? Qual a motivação do seu desejo de compra, aluguel ou venda?

Ampliamos essa perspectiva. Observamos os negócios do mercado imobiliário e certificamos que em tudo, estamos falamos sobre gente. Liderança é sobre gente!

Liderança no mercado imobiliário é algo que precisa evoluir. Seguir para um modelo que promova o desenvolvimento profissional. Ser um modelo de escuta diálogo. Um modelo com um propósito mais humano.

Dito isso, reforço que o esforço para construção do meu legado tem sido incansável. Mas, sou consciente que ele é construção de muitos. É uma experiência de vida onde reconheço que estamos todos em constante aprendizado e evolução.

Honro e agradeço os que passaram, os que seguem e os que estão por vir. Rumo ao topo! Esse será o meu legado!

Este texto não traduz, necessariamente, a opinião de A Gazeta.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Mercado imobiliário

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.