ASSINE

Vídeo: 7 dicas para a mulher identificar seu perfil de negócios

Primeira palestra do Todas Elas, em parceria com a Suzano, é apresentada pela psicóloga e mestre em Administração, Gisélia Freitas

Publicado em 19/07/2021 às 20h53

Ter uma ideia e abrir um negócio próprio têm se tornado o caminho para um grande público feminino que busca independência financeira e sucesso no mercado. Mas antes de tirar a proposta do papel é preciso percorrer uma estrada e a primeira parada nessa jornada é saber que tipo de empresária você é.

Para ajudar nessa empreitada, a consultora de negócios Gisélia Freitas dá uma palestra em vídeo com o tema: 7 dicas para identificar se você tem perfil para empreender. Essa é a primeira de um ciclo de três palestras promovido pelo Todas Elas, da Rede Gazeta, e pela Suzano.

Psicóloga e mestre em Administração, ela atua há oito anos como empreendedora. No vídeo, a especialista traz dicas importantes que ajudam no entendimento do processo do empreendedorismo, auxiliam no autoconhecimento e dão suporte para que as pessoas avaliem se estão preparadas para tal desafio.

Com a pandemia da Covid-19, que assola todo o mundo desde 2020, muitas pessoas precisaram se reinventar e pensar novos modelos de trabalho, sobretudo as mulheres que são chefes de família, as mais atingidas nessa crise. O mercado ficou ainda mais competitivo e o primeiro passo é saber fazer uma boa leitura da situação.

Gisélia aponta essa questão como uma das maiores dificuldades de quem deseja ter o seu próprio negócio. "A dificuldade de fazer uma leitura do mercado de trabalho, de saber se posicionar e como atingir seus objetivos acaba com muitas carreiras", analisa.

Quais as mudanças? O que está acontecendo? É fundamental se fazer essas perguntas e se auto avaliar, entender e conhecer suas habilidades e competências, como se posicionar para manter-se vivo no mercado.

O Todas Elas, projeto criado por A Gazeta em 2020, tem como foco inspirar mulheres, oferecer informações que auxiliem na educação de toda a sociedade, além de ajudar a denunciar a violência contra o público feminino em diversas esferas: em casa, na rua e no mercado de trabalho.

O ciclo de palestras sobre empreendedorismo faz parte da terceira fase do programa. Nas etapas anteriores, foram abordadas questões como violência doméstica e o assédio contra mulheres, mas a intenção do projeto é ir além e empoderar o público feminino na busca pelos seus direitos e sua liberdade financeira.

Na próxima semana, a convidada do Todas Elas é a consultora e especialista em empreendedorismo feminino, Josy Santos, que vai falar sobre as 5 dicas de como tirar a ideia do papel. O segundo vídeo estará disponível a partir do dia 26.

Especialista em negócios Gisélia Freitas dá 7 dicas para a mulher identificar o seu perfil empreendedor
Especialista em negócios Gisélia Freitas dá 7 dicas para a mulher identificar o seu perfil empreendedor. Crédito: Todas Elas/Reprodução

SETE PASSOS FUNDAMENTAIS PARA VOCÊ DAR O "START"

  1. 01

    Capacidade de assumir riscos

    Quando você faz uma escolha precisa viver o luto se ela não der certo, é o que fala Gisélia. Segundo ela, quando vamos empreender, sabemos que deixaremos alguns projetos, alguns sonhos e precisamos aceitar essas escolhas. A psicóloga dá o simples exemplo do "casar ou comprar uma bicicleta?". Se você decidiu pela bicicleta, tem que entender que não terá uma companhia nas noites de frio para assistir televisão. Mas ela lembra, ainda, que se for preciso, você pode reiniciar quando necessário.

  2. 02

    Perseverança

    Se você vai desbravar e assumir riscos, é preciso esperar o tempo certo para que o negócio amadureça e depois esteja pronto para a colheita. Esse é o grande problema da geração atual, segundo Gisélia, que já quer sair da faculdade e ganhar um salário maravilhoso, e não consegue esperar para amadurecer. No mundo dos negócios, é preciso primeiro ter experiência para que depois o dinheiro venha. Quem quer empreender, tem que perseverar, montar um planejamento - de curto, médio e longo prazo - e se organizar.

  3. 03

    Espírito de liderança

    Você pode estar pensando: mas se estou trabalhando em casa, sem equipe, para que liderança? Calma! Não confunda chefia com liderança. Não é a sua posição dentro de uma empresa, mas sim o seu espírito de liderança, sua capacidade de se auto liderar. E se você ainda tiver colaboradores no seu negócio, e não tiver liderança, você não vai conseguir engajá-los. "Você tem que entender que a única coisa que presta nesse seu negócio são pessoas, não é o seu produto", enfatiza Gisélia. 

  4. 04

    Resiliência

    O você faz quando nada funciona no seu projeto? O primeiro passo é analisar o que deu errado. Claro que com planejamento você consegue minimizar alguns riscos, mas tem que estudar o que não deu certo. Desenvolver resiliência é ter a capacidade de levar murros e continuar em pé, sobrevivendo mesmo diante das adversidades. Crises sempre vão existir, mas elas servem para te mostrar sua capacidade de auto avaliação, de quanto você é resiliente e que você pode desenvolver essa habilidade.

  5. 05

    Criatividade

    A pandemia chegou para provocar em nós essa capacidade de inovação, de mudar e criar algo novo. Desenvolver o olhar para determinada coisa, projeto e inventar. Para oxigenar o seu negócio e se reinventar o tempo todo, porque se não você fica ultrapassado. Você tem que pegar o seu cérebro e falar 'eu mando em você, e não em mim'. Quando você liga essa energia de ativação e começa a fazer coisas diferentes, seu cérebro vai começar a se moldar e a desenvolver o lado criativo", ensina Gisélia.

  6. 06

    Autoconfiança

    Acredite em você e no seu negócio. Mostre como você sabe fazer bem. A autoestima, segundo Gisélia Freitas, é o segredo dos profissionais de sucesso. "Se você não acredita no seu potencial, quando estiver alcançando o sucesso, você vai se auto sabotar, como se você não merecesse ter aquilo tudo", diz. Para empreender é preciso confiar no seu instinto e na sua capacidade de entrega. Cuidado para você não acreditar que a sua referência do outro é melhor do que você. "Se tem uma coisa que ninguém pode fazer é ser você, esse é seu diferencial competitivo".

  7. 07

    Automotivação

    Empreender é saber que estou trabalhando sozinho, acordar todos os dias e saber que sou capaz. "Empreender não é mágica, é planejamento e organização, e tenho certeza de que você é capaz disso", diz Gisélia.

Gisélia Freitas

Especialista em negócios e RH

É uma profissional com mais de 15 anos de experiência na gestão de pessoas, carreira e imagem. Com MBA em Gestão de Pessoas, MBA em Gestão Empresarial e Negócios, especialização em Psicanálise, formação em Coaching pela SBC e Leader Coach pela SLAC. É também professora Executiva da FGV/MMurad na Pós-Administração nos módulos de Gestão de Pessoas, Competências Interpessoais, Liderança e Inovação; e Coordenadora da Câmara de RH e Planejamento Sucessório no IBEF ES.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.