ASSINE

Recall aponta as marcas que mais mexeram com a cabeça do capixaba

Em sua 29ª edição, a pesquisa evidencia o impacto das estratégias adotadas pelas empresas com foco no consumidor

Publicado em 17/06/2021 às 11h03
Pesquisa; entrevista
Para o Recall de Marcas, foram entrevistadas 2,4 mil pessoas na Grande Vitória. Crédito: Alex Green/Pexels

Num cenário em que os consumidores têm cada vez mais voz ativa, prestar atenção aos sinais emitidos por eles é considerado um diferencial das empresas que oferecem produtos ou serviços no mercado capixaba. O impacto das estratégias adotadas pelas marcas ao longo do último ano será apresentado, na próxima semana, na 29ª edição do Recall de Marcas Rede Gazeta.

O tema da premiação este ano é “Marcas que se movimentam”. Ao todo, são 75 categorias que abrangem os mais diversos segmentos de negócio. O levantamento, realizado pela Futura Inteligência, especialista em pesquisas no Espírito Santo, entrevistou 2,4 mil pessoas na Grande Vitória - municípios de Vitória, Serra, Cariacica e Vila Velha.

A pesquisa foi desenvolvida num momento em que o país ainda enfrenta o novo coronavírus causador da Covid-19. Na avaliação de Marcio Chagas, diretor de Mercado da Rede Gazeta, a realidade imposta pela pandemia obriga as empresas a executarem movimentos diferentes para atrair a atenção dos clientes e garantir a manutenção de um negócio saudável economicamente.

Marcio Chagas, diretor de Mercado da Rede Gazeta
Marcio Chagas, diretor de Mercado da Rede Gazeta, pontua sobre a importância das marcas criarem estratégias. Crédito: Vitor Jubini

“Mesmo com a pandemia, as marcas precisam arregaçar as mangas e ir à luta. O momento é desafiador. Mais do que nunca, é preciso se movimentar, criar estratégia, ficar bem antenado com as necessidades dos consumidores para poder levar produto e serviço cada vez mais qualificados e alinhados ao interesse do consumidor”, destaca.

Para ele, a realização do evento representa bastante para o mercado. “É preciso mostrar a importância das marcas que estão na cabeça e no coração dos capixabas. Normalmente, essas marcas acabam ocupando um lugar de destaque e influenciando os consumidores na hora de adquirir um determinado produto ou serviço”, observa.

O diretor da Futura Inteligência, José Luiz Orrico, pontua que as marcas têm peso na decisão de compra. Na avaliação dele, com os resultados do Recall, as empresas podem avaliar seu segmento, descobrir o posicionamento da concorrência e, a partir das informações apresentadas, analisar os dados e, se for o caso, até desenvolver campanhas que auxiliem em novas estratégias de marketing.

José Luiz Orrico - Futura Inteligência
José Luiz Orrico destaca que a marca é a primeira referência do público e, quando é lembrada por valores positivos, ajuda nas vendas. Crédito: Acervo pessoal

“Quando se tem uma marca muito lembrada, desde que seja com valores positivos, é muito bom; isso ajuda a venda. A marca é a primeira referência que a pessoa tem. O importante é que, quando a pessoa pensa em consumir aquele produto ou serviço, a marca venha à cabeça. Essa é a relevância de você ter uma marca conhecida, lembrada”, enfatiza.

Orrico revela que as pesquisas evidenciam a estratégia das marcas. No entanto, ele frisa que o posicionamento da empresa deve ser adotado a partir de um estudo que relaciona trabalho de marketing, comunicação, propaganda e ações em ponto de venda.

“Ter resultados positivos é um trabalho de longo prazo. Não adianta pensar que uma bruta campanha de três meses vai resolver, ou mesmo ações na internet. É um trabalho que tem que ser pensado em mais tempo. Veja pelo Recall mesmo. Não tem marca que cresce de um ano para o outro. É trabalho de muito tempo na lembrança do consumidor”, constata. 

A Gazeta integra o

Saiba mais
Recall de Marcas Recall de Marcas 2021 Recall 2021

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.