ASSINE

Time Brasil irá com o número mínimo de participantes na cerimônia de abertura

Devido à pandemia, o COB definiu que apenas os porta-bandeiras Bruno Rezende (Vôlei) e Ketleyn Quadros (Judô), o chefe da Missão, Marcos La Porta e um oficial administrativo participarão do ato nesta sexta-feira (23)

Publicado em 22/07/2021 às 11h11
Bruninho e Ketleyn Quadros serão os porta-bandeiras na Cerimônia de Abertura das Olimpíadas
Bruninho e Ketleyn Quadros serão os porta-bandeiras na Cerimônia de Abertura das Olimpíadas. Crédito: Divulgação/Time Brasil

O Time Brasil participará da Cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020 nesta sexta-feira, dia 23, representado pelo número mínimo exigido de atletas e oficiais. Os porta-bandeiras Bruno Rezende (voleibol) e Ketleyn Quadros (judô) serão acompanhados pelo Chefe de Missão Marco La Porta e por mais um oficial administrativo. A decisão foi tomada levando-se em consideração a segurança dos atletas brasileiros em cenário de pandemia, minimizando riscos de contaminação e contato próximo, zelando assim pela saúde de todos os integrantes do Time Brasil.

A missão brasileira respeita a importância e simbolismo da Cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos. Bruno e Ketleyn serão legítimos representantes de toda a delegação e irão honrar os mais elevados Valores Olímpicos ao entrarem com a Bandeira do Brasil no Estádio Olímpico de Tóquio.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.