ASSINE

Indústria automotiva espera alívio com novas fábricas de semicondutores

Presidente da Anfavea adiantou que mercado aguarda para este ano a abertura de 29 fábricas pelo mundo para que produção comece a voltar ao normal

Tempo de leitura: 3min
Publicado em 10/05/2022 às 17h59
Indústria automotiva espera alívio com novas fábricas de semicondutores
Alívio para a produção deve vir com as 29 novas fábricas de semicondutores que inaugurarão este ano no mundo. Crédito: Shutterstock

Mesmo com um recuo da pandemia, os impactos sofridos pelo mercado automotivo ainda continuam afetando o segmento, sendo um dos principais a falta de semicondutores para normalizar a produção de veículos, não apenas no Brasil. Com alguns modelos saindo de linha e outros com fila de até um ano de espera, o setor aguarda um alívio com a abertura de 29 novas indústrias de produção de semicondutores pelo mundo, ainda este ano.

A perspectiva animadora foi divulgada pelo novo presidente eleito da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Márcio de Lima Leite, durante coletiva que aconteceu de forma virtual, nesta terça-feira (10).

“O alívio virá com as fábricas de semicondutores, já que isso dará um fôlego para a produção. A capacidade de produção hoje é um gargalo, mas temos boas perspectivas para o próximo semestre”, diz.

O gargalo é tão grande que a própria indústria não consegue fazer uma projeção de como anda o volume de vendas.

“Neste momento, o impacto não é tão grande, porque a capacidade de produção é um entrave. Talvez, se tivéssemos uma produção plena, poderíamos medir de forma mais certa com relação ao crédito e à queda de renda do brasileiro. Mas o que podemos ver é um envelhecimento da frota e uma mudança no perfil, com o crescimento das vendas dos SUVs”, avalia.

Uma das consequências imediatas dessa atual situação foi o adiamento, para 2023, do evento São Paulo Motor Experience que aconteceria em agosto deste ano. O evento vem substituir o Salão do Automóvel, trazendo um novo formato, mais dinâmico e mais voltado para o consumidor final.

“Apostamos muito nesse evento, que é muito rico, mas agora, as montadoras têm um foco na produção e, por isso, resolvemos adiar o São Paulo Motor Experience”, conta.

AUMENTO DAS VENDAS

Indústria automotiva espera alívio com novas fábricas de semicondutores
Presidente da Anfavea, Márcio de Lima Leite, conduziu coletiva com números do setor. Crédito: Anfavea

O setor registrou aumento de vendas de 0,4% em abril com relação ao mês anterior: foram 185 mil unidades comercializadas. A média diária também teve uma boa reação, com 7.750 unidades vendidas por dia em abril (a melhor desde dezembro, segundo a entidade), contra as 6.991 unidades/dia de março.

No total, 147,2 mil unidades foram licenciadas em abril, uma alta de 0,3% sobre março e baixa de 15,9% em relação ao mesmo período em 2021. Já na comparação dos quatro primeiros meses do ano, este ano registrou uma queda de 21,4%. Segundo a Anfavea, o cenário tem como responsável a restrição de oferta por conta de semicondutores, algo que não havia acontecido ainda no ano passado, no mesmo período.

Os números mais animadores para a indústria são os de exportações, que já acumulam alta de 17,9% sobre o primeiro trimestre de 2021, com um total de 153 mil unidades embarcadas ao exterior. Foram 44,8 mil em abril, crescimento de 15,2% sobre março e de 32,3% sobre abril do ano anterior. Trata-se do melhor resultado para o quadrimestre desde 2018.

Entre os principais mercados estão o da Argentina, que apesar de estar em recuperação, já é um parceiro tradicional e a Colômbia, que demonstra ser um mercado muito importante para a realidade brasileira, segundo o presidente da Anfavea. Além disso, o Chile também se destaca, que mesmo tendo uma participação expressiva de outros fornecedores de fora da América Latina, começa a despontar como o principal mercado na região em termos de volume.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais
Mercado Automotivo Carro Zero Zero km Anfavea Semicondutores

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.