ASSINE

Fiat Argo Drive tem direção confortável, é silencioso e econômico

Versão com pacote S-Design melhora o visual do hatch, mas também contribuiu para o preço um tanto salgado para um veículo de entrada com motor 1.0

Tempo de leitura: 7min
Publicado em 30/12/2021 às 17h28
Fiat Argo Drive test-drive
Versão pilotada do Fiat Argo Drive é uma versão de entrada com mais equipamentos. Crédito: Vinicius Viana

Um hatch confortável para motorista e passageiros, feito para o dia a dia no trânsito da cidade e ainda por cima silencioso. Essas são algumas das qualidades positivas do Fiat Argo Drive, carro de entrada do modelo (ainda há uma versão mais simples), com motor 1.0 e que foi testado pela reportagem de Motor. A versão pilotada contou ainda com o pacote S-Design, que além de acrescentar alguns itens ao veículo, deixa ele com a cara mais esportiva, mas contribui para deixar o valor um tanto salgado, saindo de R$ 74.990 para R$ 79.240, para um carro que está na linha de entrada do modelo (ou R$ 81.040 se levarmos em consideração a cor metálica do modelo usado no teste).

Aliás, o preço dos automóveis vem passando por sucessivos aumentos, atrelados, principalmente, à falta de insumos, causada pela pandemia do novo coronavírus, que tem ocasionado a parada na produção de algumas indústrias do setor. Sem contar também que o consumidor tem ficado mais exigente e para veículos mais equipados, o preço também sobe, como mostrou o personal car Gabriel de Oliveira, em uma das suas colunas publicadas em A Gazeta.

Test Drive do Fiat Argo Drive

Equipamentos para melhorar o dia a dia dentro da cabine do veículo não faltam nesta versão do Fiat Argo Drive. A versão S-Design vem de fábrica com uma central multimídia de 9 polegadas, com espelhamento do celular por meio do cabo USB e compatível com os aplicativos Android Auto e Apple Car Play.

A central multimídia desse modelo é bastante intuitiva e apesar de não ter as mesmas dimensões de modelos mais premium, sua navegabilidade é boa e ela dá acesso a todos os aspectos do veículo, desde ajustes no som, no ar-condicionado (que é digital de fábrica), até mesmo a habilitar ou desabilitar funções do veículo, como trava elétrica, faróis e acessar as informações do quadro de instrumentos.

O modelo vem equipado com sensor de estacionamento traseiro, mas não possui câmera de ré. Como facilidade do pacote, os retrovisores são elétricos e possuem o recurso tilt-down, que abaixa o espelho para mostrar mais próximo do chão quando o veículo dá a ré. A versão possui ainda chave presencial, botão de partida para ligar o veículo, ar-condicionado digital automático de uma zona, luzes de leitura individuais e direção elétrica.

CONFORTO

Fiat Argo Drive test-drive
Versão S-Design vem de fábrica com uma central multimídia de 9 polegadas, com espelhamento do celular. Crédito: Vinicius Viana

Os bancos do motorista e passageiro são bastante confortáveis e envolvem seus ocupantes. O volante possui ajuste de altura, mas não de profundidade, e vem com botões de acesso a todas as funcionalidades do computador de bordo, celular e ajustes de volume do kit multimídia. O carro também está equipado com comando de voz, mas é preciso memorizar essas frases para poder acionar as funcionalidades.

O acabamento interno é em plástico duro, mas não é um ponto contra, já que é um modelo de entrada, e combina bem com o pacote de design. Outro ponto positivo são os bancos de trás, que carregam confortavelmente duas pessoas ou dois adultos e uma criança. Já o porta-malas, que comporta 300 litros, não é nem o maior nem o menor dessa categoria e comporta bem bagagens simples ou compras.

O carro é repleto de porta-objetos e possui duas entradas USB para conectar celular no console central: uma na frente, junto a entrada auxiliar, para ajudar na conexão com a tela multimídia, e outra atrás, para os passageiros dos bancos traseiros.

MOTOR E DESEMPENHO

Fiat Argo Drive test-drive
O motor da versão testada é um Firefly 1.0 de três cilindros que gera 77 cv e 10,9 kgmf de torque com etanol e 72 cv com 10,4 kgfm com gasolina. Crédito: Vinicius Viana

Aliás, a condução do compacto é um detalhe muito positivo do modelo. Com a direção elétrica, mais os pedais macios, dirigir o Argo Drive pelas ruas chega a ser prazeroso, mesmo o câmbio sendo manual. As marchas são curtas e o veículo pega velocidade fácil, valente em ultrapassagens, inclusive na estrada, mas não é para abusar demais, já que conta com um motor Firefly 1.0 de três cilindros que gera 77 cv e 10,9 kgmf de torque com etanol e 72 cv com 10,4 kgfm quando abastecido com gasolina.

Um dos pontos fracos desse motor são as subidas, que mesmo com o carro embalado, dá pra sentir uma perda considerável de velocidade, tendo de reduzir a marcha para não ficar muito para trás. É recomendável, inclusive, estar de primeira quando estiver em subidas mais íngremes.

Aí está um dos poréns do modelo com motor 1.0, já que por mais R$ 1.150 é possível levar a versão com motor 1.3 e o mesmo pacote S-Design, garantindo um motor muito mais potente, com 109 cv de potência e 14,2 kgfm movido a etanol e 101 cv de potência e 13,7 kgfm com gasolina. Ou seja, pode ser mais vantajoso investir alguns reais a mais para uma versão com os mesmos equipamentos exclusivos do pacote S-Design, mas com muito mais potência.

No quesito segurança, o Fiat Argo Drive S-Design vem com apenas dois airbags de série e freios a disco apenas nas rodas dianteiras. As rodas traseiras são freio a tambor. Já os faróis não são automáticos e não há sensor de chuva.

O computador de bordo acessa vários aspectos do carro, que podem ser verificados diretamente na tela de TFT no meio do painel de instrumentos, como pressão dos pneus, temperatura do óleo, tempo até a próxima revisão e tensão da bateria. O modelo não vem com piloto automático, mas possui limitador de velocidade e também faz o cálculo de economia do combustível.

Aliás, o Argo com motor 1.0 é um carro econômico, registrando média de 14,2 km/l na cidade e 15,1 na estrada quando abastecido com gasolina e 9,9 km/l na cidade e 10,7 km/l quando está usando etanol, segundo medição do Inmetro.

DESIGN ITALIANO

Fiat Argo Drive test-drive
O conceito S-Design busca reunir estilo e conteúdo, deixando a versão com um ar mais esportivo. Crédito: Vinicius Viana

O conceito S-Design é um pacote com conceito italiano que estreou na Fiat Toro no Brasil e se estendeu para alguns modelos da marca, a exemplo do Fiat Argo. O conceito busca reunir estilo e conteúdo, diferenciando a versão, deixando-a com um ar mais esportivo. O S de S-Design vem de shadow, que é sombra em inglês.

Além do design, outro diferencial da série é a oferta de itens de conforto e tecnologia que normalmente são encontrados apenas nas versões topo de gama no mercado. Entre os itens incorporados nesse pacote, já listados aqui, estão os vidros elétricos traseiros com one touch e sensor antiesmagamento, retrovisores elétricos com tilt down, sensor de estacionamento traseiro, chave presencial e ar digital.

Fiat Argo Drive test-drive
Versão do Fiat Argo possui chave presencial e botão de partida para ligar o veículo. Crédito: Vinicius Viana

Além disso, detalhes do interior do veículo também são exclusivos desse pacote, como o acabamento escurecido da cabine, os bancos, que mesmo em tecido, possuem um desenho diferenciado, em baixo relevo, deixando o interior bem bonito. Complementa ainda o volante com costura aparente e base mais achatada, dando um visual bem esportivo e o console central com detalhes exclusivos, como os cromados nas saídas de ar-condicionado.

O pacote também confere outros acessórios e recursos ao Argo Drive pilotado por Motor, como faróis de neblina, controle de tração, sistema ativo de freio com controle eletrônico que auxilia nas arrancadas em subidas (hill holder) e controle de estabilidade, que deixa o veículo bem mais firme nas curvas, contribuindo com uma melhor dirigibilidade e mais segurança.

Por fora, o pacote S-Design acrescenta detalhes esportivos como retrovisores e spoiler traseiro com acabamento diferenciado e frisos externos com pintura fosca. A logo da Fiat na grade dianteira é escurecida, diferente do padrão, que é cromada. Outro detalhe acrescentado é o badge com nome do pacote de design na lateral do veículo, além das rodas de liga com acabamento escurecido. O pacote é parte da versão 1.3 do Fiat Argo Drive, mas pode ser adquirido por mais R$ 4.250 para as demais versões do modelo.

FICHA TÉCNICA

Fiat Argo Drive test-drive
por fora, o pacote S-Design acrescenta detalhes esportivos e a roda de liga leve num tom grafite. Crédito: Vinicius Viana

FIAT ARGO DRIVE 1.0 S-DESIGN

  • Motor: Transversal dianteiro com 3 cilindros em linha.
  • Potência máxima (ABNT): 72 cv (gasolina) a 6.000 rpm / 77 cv (etanol) a 6.250 rpm.
  • Torque máximo (ABNT): 10,4 kgfm (gasolina) / 10,9 kgfm (etanol) a 3.500 rpm.
  • Transmissão: manual com 5 marchas à frente e uma à ré.
  • Tração: Dianteira com juntas homocinéticas.
  • Sistema de freios: dianteiro a disco ventilado com pinça flutuante e traseiro a tambor com sapata autocentrante e regulagem automática de jogo.
  • Suspensão: dianteira tipo McPherson com rodas independentes e barra estabilizadora e traseira com eixo de torção com rodas semi-independentes.
  • Direção: pinhão e cremalheira com assistência elétrica na coluna.
  • Rodas: de liga leve 6.0 x 15” e pneus 185/60 R15 com acabamento escurecido (no pacote S-Design).
  • Peso: em ordem de marcha com 1.077 kg. Capacidade de carga de 400 kg e carga máxima rebocável (reboque sem freio) de 400 kg.
  • Dimensões: 3.998 mm de comprimento, 1.724 mm de largura, 1.503 mm de altura, com distância entre-eixos de 2.521 mm.
  • Altura mínima do solo: 154,7 mm.
  • Bagageiro: 300 litros.
  • Tanque de combustível: 48 litros.
  • Desempenho: velocidade máxima de 157 km/h (gasolina) / 162 km/h (etanol). Vai de  0 a 100 km/h: 14,4 s (gasolina) / 13,4 s (etanol).
  • Consumo: no ciclo urbano faz 14,2 km/l (gasolina) e  9,9 km/l (etanol). Na estrada faz 15,1 km/l (gasolina)  e 10,7 km/l (etanol)
  • Pacote S-Design: vidros elétricos traseiros com one touch e antiesmagamento; retrovisores externos elétricos com tilt-down; sensor de estacionamento traseiro com visualizador gráfico; faróis de neblina; keyless entry'n'go. Ar-condicionado digital; controle de estabilidade; hill holder; controle de tração; interno escurecido. Painel, volante e console central com detalhes e acabamento exclusivos. Retrovisores e spoiler traseiro com acabamento exclusivo; logo Fiat escurecido. Frisos externos com pintura exclusiva; badge lateral S-Design, volante em couro com costura, bancos com acabamento exclusivo.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Test Drive Mercado Automotivo Fiat Argo Fiat Hatch

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.