ASSINE

"Se não tem fiscalização no ônibus, na praia é que não vai ter", diz leitora

No primeiro dia da quarentena de duas semanas decretada no Espírito Santo, nesta quinta-feira (18), houve flagrantes de coletivos cheios e de lojas que, em desrespeito às regras, abriram as portas

Publicado em 18/03/2021 às 13h16
Passageiros esperando o Transcol no Terminal de Laranjeiras, Serra
Ônibus cheio no Terminal de Laranjeiras, no primeiro dia de quarentena no Espírito Santo. Crédito: Ricardo Medeiros

MEDIDAS RESTRITIVAS

Quarentena no ES: o que muda na rotina dos capixabas a partir desta quinta (Cotidiano, 18/03). A população tem que ter consciência. Quando estava tudo aberto, um monte de gente andava sem máscara. Tinha gente que até passava a mão no rosto, como se não existisse doença. Todos entendem que tudo aberto é melhor para a economia, mas a culpa de tudo estar fechado agora e o número de casos estar explodindo, é da falta de cuidado das pessoas. O governador não acorda com vontade de fechar as coisas, ele faz isso porque só dessa forma é possível reduzir o número de pessoas internadas nas UTIs. Imagina estar com falta de ar precisando de oxigênio e não ter? Triste demais! O comércio ficou pouco mais de 3 meses fechado ano passado, muita gente sofreu, mas estava em recuperação com as aberturas. Já as vidas perdidas, nunca mais serão recuperadas. (Matheus Alvarenga)

As autoridades deveriam começar primeiramente por exigir que todos usem máscaras. O distanciamento social é importante, mas as máscaras muito mais. Tem gente que vai aos pequenos comércios sem máscara e ainda acreditam que o profissional é obrigado a te atender sem máscara. As autoridades ainda multam o estabelecimento, coisa que não é justa. Que multem quem não usa a máscara. (Neuza Klaus)

Isso é um real boicote à economia. Não existe vida sem alimento, nem alimento sem trabalho, que é o que leva o sustento dos pais e mães de família. (Bruno Strelow)

As pessoas estão a levar a vida normalmente, e depois a culpa é do governador. O povo não tem disciplina, respeito ao próximo. Só vão aprender quando o vírus levar um familiar. (Christopher Brommonschenkel)

TRANSPORTE PÚBLICO

Como está a lotação nos ônibus na 1ª manhã de quarentena no ES (Cotidiano, 18/03). Desde o início da pandemia, há um ano, sempre foi assim, com ônibus cheios. A placa que diz “apenas passageiros sentados” nunca funcionou e nunca vi isso sendo fiscalizado. É fácil noticiar festas particulares, aglomerações etc., mas eu que trabalho no serviço considerado essencial nunca fiquei um dia em casa e pego ônibus lotados todos os dias. (Silvana Pelozato)

Eu vou trabalhar de ônibus municipal de Vila Velha, saio de Jabaeté para a Praia da Costa. Parece que hoje estava até mais cheio, igual a lata de sardinha, e pessoas sem máscaras. Deveriam fiscalizar mais os ônibus, parando para ver quem está usando máscaras, obrigando a usar ou multando. Aí, sim, vai funcionar, quando doer no bolso. (Vania Manske)

Pois é, o comércio pode ficar fechado, mas os ônibus podem andar lotados. Os rodoviários também têm família e estão na linha de frente... por que não foram vacinados ainda? Carregam várias pessoas por dias correndo um risco enorme. (Regiana Pereira)

Governador, fiscalização nos ônibus urgente, com multa a quem não usar máscara e multa a empresas que saírem com ônibus lotados, por favor, senão não vai adiantar. Se o comércio está fechado, para onde está indo esse povo todo? As empresas de grande porte vão continuar funcionando? Então não existe quarentena. (Marli Ribeiro)

O mais irritante é que muitas pessoas, mesmo com ônibus lotado, não usam máscara. É revoltante! Denunciar a quem?! Porque ninguém fiscaliza. Vejo pessoas já entrando no ônibus sem máscara e o motorista não fala nada... cenas que se repetem todos os dias. (Sheila R. Pompermayer dos Santos)

Ônibus lotado desde sempre! A frota está com 100% na rua, mas foi reduzida em março de 2020 (início da pandemia) e nunca mais voltou. Um descaso com o trabalhador que precisa usar o transporte público. (Chariel Cristal Botelho)

Se não temos fiscalização nos terminais, segurança nos ônibus, não vai ser nas praias que vamos ter. Acordem do país das maravilhas e voltem para terra chamada “Brasil”, por favor. (Suelen Santos)

EXTENSÃO DA QUARENTENA

Quarentena no ES pode ser prorrogada se ocupação de leitos não cair (Cotidiano, 17/03). Prorrogada como, se nem começou? Transportes lotados, escolas abertas, empresas funcionando etc. (Natielli Stofel )

Acho que nem o próprio governador acredita nessa “quarentena” dele. Cheio de gente nas ruas, tudo funcionando normal, ônibus lotados... Difícil. (Rodolfo Guarnier)

Com todo respeito, mas essa quarentena não vai adiantar nada. Infelizmente! Na minha cidade, a maioria dos serviços que não é essencial está de portas abertas! (Perla Cardoso)

Pô, aí não dá. Precisamos de segurança para decidir com quem nossos filhos vão ficar, para nos organizarmos financeiramente. O governo poderia ser mais franco, mais rígido e mais organizado. É óbvio que já sabem que não surtirá efeitos. Então, que já saísse o decreto com mais dias. (Mirian Venturim)

VIAGEM

Em meio à pandemia, vereadores de cidade no ES viajam a passeio para Caldas Novas (Política, 18/03). Se os próprios políticos não estão dando o exemplo, como desejar cobrança em toda sociedade ? (Maurilio Lopes)

Muitas famílias passando fome, e os bonitos dos vereadores vão passear de barriga cheia. Isso é um tapa na cara dos trabalhadores. (Aline Novais)

Acho engraçado o povo reclamar dos políticos, pois eles têm o poder outorgado pelo cidadão e não simplesmente por livre e espontânea vontade. Nós é que temos que nos orientar e não elegê-los. Lembre-se de que se estão no poder é porque demos a autonomia pra isso. (Agnaldo Nunes)

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.