ASSINE

'E as grávidas que já tomaram?', questionam leitores sobre Astrazeneca

Governo do ES suspendeu nesta terça-feira (11) a vacinação para grávidas com imunizante de Oxford, após recomendação da Anvisa. No Rio de Janeiro, morte de gestante é investigada

Publicado em 11/05/2021 às 12h37
Vacinação de grávidas e puérperas com comorbidades começou em várias cidades do país neste mês
Vacinação de grávidas e puérperas com comorbidades começou em várias cidades do país neste mês. Crédito: João Viana / Semcom

GESTANTES

Governo do ES suspende vacinação para grávidas com Astrazeneca (Cotidiano, 11/05). O que fazer com as grávidas que tomaram? Tomei a primeira dose hoje pela manhã, estou de 24 semanas. Somos cobaias? (Jusana Tosi)

Estou gestante de 6 meses, tomei essa vacina semana passada. Vendo uma matéria dessas fico apavorada. Fiquei um dia com dores no corpo e na cabeça após a vacinação. Que Deus proteja a mim e a minha filhinha que estou esperando. (Fernanda Ávila)

Meu Deus, proteja as grávidas que tomaram essa vacina. Guarde elas e os bebês. Meus sentimentos para a familia dessa mãezinha que faleceu. (Monike Nunes)

A própria gestação aumenta o risco para trombose, Covid também. Não tem Coronavac, Pfizer só nas capitais... Difícil para a gestante. (Katieli Brandão)

Foi recomendado ao Ministério da Saúde a não aplicação dessa vacina em grávidas, mas a equipe de Bolsonaro não ouve a ciência! Mais uma vítima desse desgoverno! (Roberto Vieira)

Eu e o meu filho tomamos dela. Eu estou com o corpo dolorido e o meu filho não sentiu nada! Mas eu acho que as gestantes têm que esperar a investigação, sim. (Maria Pereira de Almeida)

Muito triste com essa notícia, pois são duas vidas perdidas. É preciso ter cuidado e cumprir as regras para aprovação da vacina. Precisamos refletir sobre os fatos e verdades. (Gabriel Costa)

VACINAÇÃO

Covid-19: ES espera alcançar 100% dos idosos vacinados em junho (Cotidiano, 10/05). Cadê a segunda dose da vacina? Do jeito que está, nem até dezembro vai ter terminado o grupo dos idosos. O descaso é com quem tomou a primeira dose há mais de um mês e não tem previsão de tomar a segunda. Ninguém sabe informar se vai ter o efeito que deveria ter, passando tanto tempo do prazo adequado. (Mayara Contreiro)

Será? Tenho minhas dúvidas... até agora nada de Coronavac. Meus pais estão aguardando a segunda dose desde 30/04. (Renata Duarte)

Vacinar somente com a primeira dose é fácil... quero ver ter segunda dose para todos. Meus pais estão aguardando a segunda dose há mais de duas semanas e ninguém fala nada. (Eliane Campos)

Se o presidente não tivesse sabotado a vacinação, hoje já estariam vacinando os jovens, justo os que mais se contaminam. Sabotou se negando 11 vezes a comprar as vacinas, ao invés de comprar cloroquina. (Alcimar Santos)

Fico pensando no restante da população que não é idosa, trabalhadores da saúde ou com comorbidades serão vacinados quando? Todo dia surge uma nova prioridade e o restante vai ficando para trás. (Rallyane Alcântara)

EDUCAÇÃO

TJES derruba liminar que permitia retorno presencial de todas as séries (Cotidiano, 10/05). As escolas nos países desenvolvidos são as últimas a fechar e as primeiras a abrir. Menos no Brasil... aqui tudo abre menos as escolas. O que será deste país? (Daniela Feitosa)

Moro em New Jersey e minhas duas filhas estão há um ano estudando só pelo computador e pelo jeito isso vai até o próximo ano letivo, que começa em setembro. (Will Sibien)

O tema foi politizado, como tudo neste país. Estão comparando as escolas daqui com a estrutura de outros países, que estão entrando no verão e onde a testagem é semanal. Não tenho mais coragem de mandar o meu para a escola. (Ticiana Ferraz)

Certíssima decisão. Poucos dias atrás estava um caos, com falta de leitos de UTI, atualmente ainda com um elevado número de óbitos por dia e já querem colocar as crianças na escola? Francamente... Tem pessoas querendo se livrar dos filhos de qualquer jeito. (Juh Almeida)

Palhaçada, deixa a garotada estudar. Aqui em casa mesmo estou com uma que está doente por falta de ir a escola, ter contato com pessoas. Isso é importante para eles. Não precisam ficar agarrados, que cumpram os protocolos sanitários como estava acontecendo anteriormente. (Rosiane Soresini)

Crianças e adolescentes não seguem protocolos. Minha escola tem 800 alunos por turno, ou seja, são 400 alunos no revezamento. Quando é troca de aula, eles ficam se abraçando e trocando materiais. Chamamos a atenção e explicamos, mas quando chega no portão já tiram a máscara e até se beijam. Infelizmente as escolas têm dois ou três coordenadores para cuidar desses 400 alunos e é impossível. Também tenho filhas e sei do risco que é dentro de uma escola, além, é claro, de ser professora. (Michelle Bins)

Loucura é voltar com as escolas! Que pais são esses que protestam para seus filhos irem para escola no auge da pandemia? Não tem amor nem aos filhos, terão a quem? Na verdade, a escola virou depósito de crianças, a pandemia confirmou isso. (Criscila Oliveira)

ACIDENTE

Morte de mulher em Linhares: motorista bêbado fugiu e voltou para festa (Polícia, 10/05). Horrível. E este é o crime do tipo que matam, mas depois com pouco tempo saem da prisão ou nem ficam presos. Qual a diferença daquele que usa outra arma para matar? No final ambos tiraram a vida de alguém. E quem bebeu e dirigiu assumiu esse risco. (Emilia Carreiro Ribeiro)

Que o motorista pague por sua irresponsabilidade, todos sabem que direção e bebida não combinam. A lei deveria ser mais rígida, assim muitas mortes seriam evitadas. (Paula F. Buffon Saraiva)

Enquanto não mudarem a legislação de trânsito, não adianta. Consciência não existe para o brasileiro. Logo, a lei precisa ser dura! (Alex Zan)

Uma pessoa que bebe e sai dirigindo assume completamente a responsabilidade de um acidente. Isso jamais poderia ficar impune. (Ghenu Junyor)

São esses que reclamam da "indústria de multas", de blitz, de leis de trânsito, de radares. Quando vejo infrator criticar leis e defender andar errado no trânsito, só imagino um assassino desses da reportagem. (Paulo Medford Brandão)

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.