ASSINE

Novo treinador do Vitória, Gilberto Pereira vai prezar pela posse de bola

Técnico afirmou ter conhecimento do elenco e sabe que não se trata de um time veloz. A ideia e potencializar as qualidades do elenco

Rede Gazeta
Publicado em 04/11/2020 às 16h31
Sem tempo a perder, Gilberto Pereira já prepara o elenco alvianil para a próxima partida da Série D
Sem tempo a perder, Gilberto Pereira já prepara o elenco alvianil para a próxima partida da Série D. Crédito: Vitor Nicchio/Vitória

O novo técnico do Vitória para a continuidade da Série D do Campeonato Brasileiro se apresentou ao elenco e treinou o time nesta terça-feira (03). Gilberto Pereira fará a sua estreia contra o Operário de Várzea Grande, no próximo domingo (8), às 16h. Ele será o terceiro comandante do Alvianil na competição.

A situação do time no campeonato é delicada. O Vitória amarga a lanterna do Grupo A-5, com apenas 7 pontos. Em dez jogos disputados, foram sete derrotas e apenas duas vitórias. Na última rodada, o empate contra o Real Noroeste acabou marcando a despedida de Charles Almeida à frente do time. Restando quatro rodadas, o Vitória ainda pode se classificar para a fase final da competição, mas depende de uma sequência de vitórias e do tropeço dos adversários.

Gilberto pretende valorizar as qualidades do elenco nestes jogo decisivos pela Série D e nas quartas de final do Capixabão contra o Estrela. "A gente tem que se adaptar à aquilo que nós temos e dentro da nossa realidade preparar a equipe. Hoje eu tenho uma equipe que não é tão veloz. Então a gente vai ter que ter neste momento uma segurança em termos de posse de bola e utilizar a experiência e a qualidade dos nossos atletas ofensivos", afirmou.

O novo trainador também já afirmou conhecer os atletas do elenco. “Futebol a gente tem que estar muito atento, né. Eu vinha acompanhando não só a equipe do Vitória, mas toda a |Série D. Então eu conheço todos os atletas. Aqueles que eu não conheço pessoalmente, a gente conhece o jeito de jogar”, comentou o treinador.

CURRÍCULO

Natural de Mirandópolis, interior de São Paulo, Gilberto Pereira tem 55 anos e já comandou equipes como Chapecoense, Confiança-SE, Atlético-GO, Goiânia, Coritiba e Londrina. O último trabalho do treinador foi no Nacional-AM, em março deste ano. À frente do time amazonense foram cinco jogos. duas vitórias, um empate e duas derrotas.

Como jogador, Gilberto vestiu as camisas de Coritiba, Ituano, Remo, Nautico, Riyadh FC (Arábia Saudita), entre outros. 

* Daniel Reis é aluno do 23º Curso de Residência em Jornalismo da Rede Gazeta e foi supervisionado pelo editor Filipe Souza.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.