ASSINE

Empate com o Real Noroeste teve sabor de derrota para o Vitória

Alvianil ficou em situação ainda mais delicada na Série D do Campeonato Brasileiro

Rede Gazeta
Publicado em 01/11/2020 às 18h47
Vitinho marcou o gol do Vitória, mas equipe ficou no empate com o Real Noroeste
Vitinho marcou o gol do Vitória, mas equipe ficou no empate com o Real Noroeste. Crédito: Vitor Nicchio/Vitória

O Vitória entrou em campo na tarde de sábado (31) com a missão de vencer o Real Noroeste para continuar com o sonho da classificação para a segunda fase da Série D do Campeonato Brasileiro. Jogando no estádio Salvador Costa, o dono da casa até saiu na frente no placar com um gol marcado por Vitinho, aos 17 minutos da primeira etapa, mas foi para o intervalo já com o empate, que perdurou até o final da partida. Agora, somando 7 pontos e ainda na lanterna do Grupo A-5, a situação do Alvianil ficou ainda mais delicada na chave.

Para o técnico Charles de Almeida, o empate teve sabor de derrota. “Sabíamos que a partida seria difícil, mas acredito que tivemos mais volume de jogo e estivemos mais próximos do gol, e, assim como em Águia Branca, também saímos na frente”.

O treinador ressaltou ainda que a equipe jogou de igual para igual com o adversário, mesmo tendo desfalques, fator que tem prejudicado o desempenho do time. “Ainda não consegui repetir uma única vez minha equipe. Há jogadores lesionados e outros retornando agora ao time após a Covid-19. Apesar disso, os atletas têm deixado o sangue em campo, têm se doado muito. Mesmo com 4 jogadores de linha, no banco, a posse de bola foi um ponto tático forte na partida de hoje. Temos feito esse trabalho de construção, de jogo apoiado e também de bola parada. Hoje o gol saiu de um lance assim”, pontuou.

CEM VEZES VITINHO

Diante do Real, o Alvianil contou com o reforço de Vitinho. Ele retornou ao clube após dois meses e em seu centésimo jogo com a camisa do Vitória, marcou o gol que abriu o marcador no duelo capixaba. Grato pela oportunidade de voltar à equipe, o atleta também avaliou de forma positiva o resultado diante do conjunto e das improvisações do time. E destacou a garra da equipe. “Infelizmente o resultado não foi o que esperávamos, mas consegui ver uma equipe com brilho, e com perspectiva de voltar aos trilhos. É uma equipe aguerrida, que não desiste”, afirmou. 

PRÓXIMO JOGO

Na próxima rodada, o Vitória enfrenta o Operário VG, no Dito Souza. Segundo Charles de Almeida, o Vitória sabe que precisa agora, matar um leão a cada jogo. “Precisamos esquecer de resultados. Temos que ganhar o jogo, isso é o mais importante”, afirmou o técnico, que completou: “enquanto houver uma possibilidade matemática, a equipe irá em busca de se classificar”.

Marcada para às 16h, a partida entre Vitória e Operário VG acontece no domingo, e será válida pela 11ª rodada do Brasileiro Série D. 

* Maiara Dal Bosco é aluna do 23º Curso de Residência em Jornalismo da Rede Gazeta e foi supervisionada pelo editor Filipe Souza.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.