ASSINE

Evento on-line mostra a força das mulheres que atuam em rede

Painel gratuito acontece nesta quinta-feira (11) e é parte integrante da programação do Mês da Mulher Empreendedora - Sebrae com Elas

Publicado em 08/03/2021 às 18h00
Atualizado em 08/03/2021 às 18h00
foto para ilustrar Encontro virtual do Sebrae/ES
Encontro virtual do Sebrae/ES vai mostrar que o empreendedorismo feminino cresce no Espírito Santo. Crédito: Pixabay

Mulheres cada vez mais conectadas e atuando em rede estão mostrando a força do empreendedorismo no Estado. Elas serão destaque do painel “Empreendedorismo Feminino em Rede” do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Espírito Santo (Sebrae/ES), que acontece de forma virtual nesta quinta-feira (11).

O encontro gratuito é parte integrante da programação do Mês da Mulher Empreendedora - Sebrae com Elas, com ações específicas para incentivar a participação das mulheres na economia.

“Neste painel vamos mostrar para as empreendedoras que existem redes que elas podem participar e se fortalecer. Muitas vezes, as mulheres vivem uma solidão grande, com falta de apoio familiar. No ambiente da rede, elas conseguem conversar com pessoas que vivem as mesmas dores, que todas nós temos, e que vivem também a possibilidade que talvez nem tivessem identificado”, explica Liana Figueiredo, doutora em Logística, especialista em Liderança Feminina e facilitadora do Empretec.

Durante o encontro serão mostrados conceitos e reflexões sobre a importância e o poder da mulher que atua em rede, além de apresentadas algumas redes femininas que atuam no Espírito Santo, como a “Mulheres Que Decidem”, e casos de sucesso.

UM ANO DESAFIADOR

Liana Figueiredo destaca que 2020 foi um ano particularmente desafiador para as empreendedoras, que tiveram que ter resiliência para lidar com todas as dificuldades relacionadas aos negócios em meio a uma pandemia, que continua em 2021.

foto para ilustrar Encontro virtual do Sebrae/ES
Liana Figueiredo vai falar do poder das redes femininas. Crédito: Acervo pessoal

Liana Figueiredo

Doutora em Logística, especialista em Liderança Feminina e facilitadora do Empretec

"As mulheres empreendedoras tiveram que sair do lugar comum e encontrar caminhos. Além de resiliência, elas precisaram ser criativas e inovar para sobreviver. Muitas vezes, acabaram se enveredando por oportunidades não antes percebidas"

“A mulher conseguiu identificar que pode realmente assumir novos papéis dentro do mundo. Como tem uma sensibilidade maior, ela consegue perceber dores mais facilmente do outro. E qualquer negócio está sempre vinculado a uma necessidade ou a uma dor. Então essa atenção, essa visão sistêmica, essa sensibilidade de ver o que está acontecendo do lado acabam sendo pontos favoráveis”, completa.

VANTAGENS COMPETITIVAS

De acordo com o Sebrae/ES, existem atualmente 200 mil empreendedoras no Espírito Santo, respondendo por 35% dos negócios capixabas. Para Liana Figueiredo, as mulheres têm facilidade de se relacionar no mundo dos negócios com vantagens competitivas.

“A mulher traz algumas características como a questão da empatia, de naturalmente interagir com o outro. Isso tem uma força muito grande quando a gente fala de clientes”, destaca Liana Figueiredo.

Para participar do painel on-line é preciso se inscrever pelo site da Loja Sebrae/ES. As vagas são limitadas. O encontro é exclusivo para mulheres, candidatas a empresas, empreendedoras e empresárias de pequenos negócios.

UNIÃO FAZ A FORÇA

Liana Figueiredo acredita que as redes têm potencial transformador na vida das mulheres empreendedoras, desde que elas se disponham a colaborar umas com as outras, deixando de lado o espírito competitivo.

“Quando você tem a prática da sororidade, o respeito ao outro, a questão da empatia, um entendimento de que você também pode compartilhar um pouco da sua experiência, você pode doar a sua visão que o outro não está vendo, tudo isso acaba trazendo um ganho. Juntas, vamos mais longe com comportamentos e valores presentes dentro dessa conexão”, destaca.

As participantes do painel vão receber informações completas sobre redes de mulheres empreendedoras que atuam no Espírito Santo, com contatos e atividades que desenvolvem, para que elas possam se conectar.

“O pulo do gato para a mulher que empreende é aumentar a percepção, abrir a mente e ver com olhos de oportunidades. Conversar mais com as pessoas. É o networking”, diz Liana Figueiredo.

Serviço

Painel Empreendedorismo Feminino em Rede

  • Quando: 11 de março (quinta-feira)
  • Onde: em link que será enviado após inscrição
  • Horário: 19 às 21 horas
  • Inscrições: na Loja Sebrae/ES (loja.sebraees.com.br)
  • Investimento: o evento é gratuito

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.