ASSINE

Após destruição no Sul do ES, governador Renato Casagrande vai a Iconha

"Iconha é um cenário de guerra. Todo o comércio destruído, muitas casas destruídas", afirmou o governador, ao chegar na cidade

Publicado em 18/01/2020 às 09h50
Atualizado em 18/01/2020 às 12h59
Chuvas causam destruição em Iconha. Crédito: Internauta
Chuvas causam destruição em Iconha. Crédito: Internauta

Após uma noite de muita chuva e destruição no Sul do Espírito Santo, o governador Renato Casagrande (PSB) foi a Iconha na manhã deste sábado (18) para acompanhar os trabalhos de resgate de moradores isolados e de reconstrução da cidade.

“No primeiro momento vamos dar suporte a quem precisa de abrigo. Vamos ofertar água potável, alimento, materiais de higiene pessoal, colchões e medicamentos. Muitas casas estão sem água, então vamos disponibilizar caminhões-pipa e a Cesan vai ajudar na limpeza das ruas. Estamos em contato com a ECO 101 para que possam ajudar na retirada dos carros, pois muitos foram arrastados”, disse Casagrande.

Casagrande prosseguiu: “Posteriormente, vamos ajudar a cidade a reconstruir as ruas que foram destruídas e as pessoas afetadas terão uma linha de financiamento pelo Banestes para que possam reconstruir suas casas e seus negócios. Neste momento estamos com máquinas ajudando na limpeza e dando suporte a quem teve que abandonar suas residências.”

Ainda de acordo com Casagrande, o cenário encontrado no município é devastador. "Iconha é um cenário de guerra, como vocês estão vendo na rua atrás. É a rua principal da cidade. Todo o comércio destruído, muitas casas destruídas e ruas laterais também destruídas. Nosso papel é reconstruir a cidade, dar um apoio assistencial, dar o primeiro socorro e ver com ajuda os comerciantes a reconstruírem o comércio", afirmou o governador.

"Outros municípios também foram atingidos pelas chuvas e desde ontem a Defesa Civil e os Bombeiros já estão atuando para diminuir o sofrimento e risco das pessoas atingidas", complementou Casagrande. No município, o governador se reuniu com representantes da Prefeitura de Iconha, que vai decretar estado de calamidade pública.  À tarde, ele deve seguir para o município de Alfredo Chaves, que foi também bastante atingido pelas chuvas.

Na cidade, duas mortes já foram confirmadas. A cidade foi uma das mais atingidas pelas chuvas nas últimas horas. O nível do Rio Iconha abaixou, mas chegou a mais de quatro metros durante a noite de sexta-feira (17), derrubando duas pontes e arrastando carros, móveis, placas de trânsito e até um caminhão. Nem o hospital Danilo Monteiro Castro escapou da tragédia. Segundo a Defesa Civil, a água atingiu até o segundo pavimento do hospital.

Fotos mostram destruição em Iconha após as chuvas no ES

Foto mostra destruição no Centro de Iconha
Foto mostra destruição no Centro de Iconha. Reprodução/ Twitter PRF ES
Chuvas causam destruição em Iconha
Chuvas causam destruição em Iconha. Internauta
Chuvas causam destruição em Iconha
Chuvas causam destruição em Iconha. Internauta
Chuvas causam destruição em Iconha
Chuvas causam destruição em Iconha. Internauta
Chuvas causam destruição em Iconha
Chuvas causam destruição em Iconha. Internauta
Chuvas causam destruição em Iconha
Chuvas causam destruição em Iconha. Internauta
Chuvas causam destruição em Iconha
Chuvas causam destruição em Iconha. Internauta
Chuvas causam destruição em Iconha
Chuvas causam destruição em Iconha. Internauta
Supermercado foi invadido pela água em Iconha. Comércio ficou bastante destruído na cidade
Supermercado foi invadido pela água em Iconha. Comércio ficou bastante destruído na cidade. Internauta
Alfredo Chaves foi o município que registrou a maior quantidade de chuva
Alfredo Chaves foi o município que registrou a maior quantidade de chuva. Internauta
Iconha em Alerta Máximo: Defesa Civil pede às famílias em área de risco que deixem as casas
Iconha em Alerta Máximo: Defesa Civil pede às famílias em área de risco que deixem as casas. Prefeitura de Iconha
Rio Iconha sobe quase 4 metros e coloca população em alerta
Rio Iconha sobe quase 4 metros e coloca população em alerta. Internauta
Iconha em Alerta Máximo: Defesa Civil pede às famílias em área de risco que deixem as casas
Iconha em Alerta Máximo: Defesa Civil pede às famílias em área de risco que deixem as casas. Prefeitura de Iconha
Chuva forte em Alfredo Chaves nesta sexta-feira (17)
Chuva forte em Alfredo Chaves nesta sexta-feira (17). Internauta | A Gazeta
Chuva forte em Alfredo Chaves nesta sexta-feira (17)
Chuva forte em Alfredo Chaves nesta sexta-feira (17)
Chuva forte em Alfredo Chaves nesta sexta-feira (17)
Chuva forte em Alfredo Chaves nesta sexta-feira (17)
Chuva forte em Alfredo Chaves nesta sexta-feira (17)
Chuva forte em Alfredo Chaves nesta sexta-feira (17)
Chuva forte em Alfredo Chaves nesta sexta-feira (17)
Chuva forte em Alfredo Chaves nesta sexta-feira (17)
Chuva forte em Alfredo Chaves nesta sexta-feira (17)
Chuva forte em Alfredo Chaves nesta sexta-feira (17)
Chuva forte em Alfredo Chaves nesta sexta-feira (17)
Chuva forte em Alfredo Chaves nesta sexta-feira (17)
Chuva forte em Alfredo Chaves nesta sexta-feira (17)
Chuva forte em Alfredo Chaves nesta sexta-feira (17)

PREFEITURA

A Prefeitura de Iconha informou que a equipe se encontra em alerta e em monitoramento contínuo. Quaisquer dúvida, ou emergência, favor acionar diretamente a Defesa Civil Municipal através do número: (28) 99921-4323.

O prefeito João Paganini, através de uma rede social, se pronunciou à população dizendo: “Chove muito forte por todo o nosso município. O rio continua a subir e nossa equipe já está toda em campo para monitorar e socorrer as famílias necessitadas. Continuaremos acompanhando e fazendo a nossa parte de cuidar do povo de Iconha.”

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.