ASSINE

"Inaceitável", diz Casagrande sobre morte de negro no Sul do Brasil

João Alberto Silveira, de 40 anos, foi espancado por dois homens brancos em supermercado de Porto Alegre (RS); governador do Espírito Santo pede "um basta"

Vitória
Publicado em 20/11/2020 às 15h22
Imagens gravadas no estacionamento do Carrefour mostram o homem sendo espancado
Imagens gravadas no estacionamento do Carrefour mostram o homem sendo espancado. Crédito: Reprodução

No Dia da Consciência Negra, o governador Renato Casagrande (PSB) se manifestou nas redes sociais sobre o caso de João Alberto Silveira Freitas – um homem negro, de 40 anos, que foi espancado até a morte em um supermercado de Porto Alegre (RS), no Sul do Brasil, por dois homens brancos, durante a noite dessa quinta-feira (19).

No texto publicado pouco antes das 14h desta sexta-feira (20), o governador do Espírito Santo afirmou ser "inaceitável a morte de um cidadão como a que aconteceu ontem" e defendeu que a "violência é a degradação total da condição humana" e que "um basta a essas atitudes é tarefa urgente de todos".

Depois de cometerem o crime e tirarem a vida de uma pessoa negra, os dois homens foram presos. Ambos seguranças da loja, um deles também é policial militar. De acordo com o site GaúchaZH, o espancamento aconteceu depois da vítima se envolver em uma briga com uma funcionária do estabelecimento.

Deputada Federal pelo Rio Grande do Sul, Maria do Rosário (PT) publicou no início desta madrugada o vídeo que mostra a atitude "covarde" e criticou a postura passiva adotada por pessoas que presenciaram o acontecimento. No texto, ela lembrou que "O racismo mata!" e que "#VidasNegrasImportam".

Em nota, a rede de supermercados Carrefour definiu a morte de João Alberto Silveira Freitas como "brutal" e anunciou que vai romper o contrato com a empresa responsável pelos seguranças. "O funcionário responsável pela loja na hora do ocorrido também será demitido", adiantou.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Racismo Renato Casagrande Porto Alegre (RS) Governo do ES Rio Grande do Sul crime Consciência Negra Dia da Consciência Negra

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.