ASSINE

Aos 75 anos, desembargador Sergio Bizzotto se aposenta do TJES

Ex-presidente da Corte, Bizzotto foi homenageado pelos colegas na última sessão da qual participou, nesta quinta-feira (24)

Desembargador Sergio Bizzotto se aposenta e é homenageado no TJES
Desembargador Sergio Bizzotto se aposenta e é homenageado no TJES. Crédito: Divulgação/TJES

O desembargador e ex-presidente do Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES) Sergio Bizzotto Pessoa de Mendonça completa 75 anos no próximo dia 30. Assim, obrigatoriamente, tem que se aposentar. Nesta quinta (24), ele participou da última sessão no Pleno da Corte. Foi homenageado por colegas, pela filha e também deixou sua mensagem.

Bizzotto trabalha desde 1971, há 50 anos, quando iniciou a carreira como advogado, atuou também no Ministério Público e ingressou na magistratura em 1974. 

Ele presidiu o TJES no biênio 2014-2015, quando o Judiciário passou por uma grave crise fiscal. O Poder ultrapassou o limite de gastos com pessoal, balizado não apenas pela despesa em si, mas também em relação ao percentual que representa da receita corrente líquida do Estado, que registrou queda.

O desembargador também comandou o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-ES) em 2012 e 2013. 

Além do currículo profissional, o magistrado é lembrado pela paixão por faróis, os quais coleciona, e pelo temperamento, com "tiradas espirituosas", como ressaltou o desembargador Samuel Meira Brasil Jr, atual presidente do TRE.

O desembargador também falou das decisões do colega que agora está de saída da Corte: "votos técnicos e humanos, mostrando que o Direito só existe com a junção da razão e da emoção".

"Saio na absoluta certeza de que pertenci e pertenço a um Poder Judiciário que uma vez mais socorre um país e que nesta hora faz lembrar a Antígona, aquela que não aprendeu a ceder aos desastres", afirmou Bizzotto, ao discursar. 

O desembargador recebeu a comenda Grã-Cruz do Mérito Judiciário.

"Serviu à Justiça, que tanto ama", observou o presidente do TJES, Ronaldo Gonçalves de Sousa.

Filha de Bizzotto, Mariana Paraiso Bizzotto de Mendonça participou da sessão, virtualmente, para lembrar o pai das atividades que pode desempenhar na aposentadoria, como a dedicação ao estudo de alemão. O desembargador fala alemão e russo, além de tocar clarineta.

Em seguida, na pauta administrativa da sessão ordinária, o desembargador Sérgio Gama, que vai se aposentar em julho, ressaltou a justa homenagem a Bizzotto.

Em votação, os desembargadores decidiram que o juiz Ezequiel Turíbio vai substituir Bizzotto enquanto ele estiver afastado para o trâmite do processo de aposentadoria.

A cadeira pertence à magistratura. Ainda não há previsão de data para a publicação do edital que abre oficialmente a vaga.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Aposentadoria TJES Judiciário

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.